ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

    A minissérie norte-americana "Game of Thrones" retrata as vivências da Idade Média. Em um de seus episódios, a personagem Arya Stark presencia cenas de comédia - em forma de cinema (hoje conhecido como teatro) - da história da família Lannister em uma praça pública longe do reino. Distante do drama, o século XXI é marcado pelo difícil acesso aos cinemas no Brasil e pela restrição de tais locais às classes média e alta. Nesse contexto, é uma mazela ainda invisível ao Poder Público e, por extensão, a sociedade desigual.


    Diante dessa perspectiva, ressalta-se a atuação negligente do Governo. Nesse viés, o filósofo francês Voltaire apregoava que, com o passar dos anos, é necessário haver afazeres à coletividade, sobretudo aos idosos. Entretanto, essa assertativa não se faz presente no âmbito social, principalmente quando se trata de lazer, visto que os cinemas atuais foram privatizados e o Estado é ineficiente na inclusão de todos os grupos sociais a esse ambiente. Logo, o mundo moderno é preambulado pela exclusão social dos menos favorecidos e pelo inacesso dos proletariados de classe baixa a tal cultura. 


    Outrossim, evidencia-se a desigualdade social decorrente do capitalismo. Sob esse aspecto, a pesquisa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), de 2018, afirma que 25% da população vive em condições de pobreza. Nesse sentido, a renda não é capaz de sustentar as necessidades básicas e as obras cinematográficas não são consideradas fator necessário para a sobrevivência do cidadão. Dessa forma, há invisibilidade da sociedade menos abastada no que é preciso a toda sociedade.


    Depreende-se, portanto, que a falta de acesso ao cinema seja combatida com eficiência. Para tanto, o Ministério dos Direitos Humanos deve criar cinemas públicos, por meio de investimento em espaços extensos em cidades interioranas, a fim de que seja um local de inclusão e de socialização. Ademais, cabe as instituições de ensino abordar os direitos de todos, por via de discussões acerca da Constituição Federal, com o fito de que a sociedade compreenda que possui direito a cultura. Desse modo, será uma cognição acessível a todos os públicos, como na minissérie "Game of Thrones."


       

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde