ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

O cinema é uma das formas de lazer mais valorizadas ao redor do mundo, pois além de proporcionar o entretenimento e a diversão, ele movimenta a economia bruscamente: a produção de filmes demanda muito dinheiro, o que exige, de quem quer assistir, um valor elevado para adquirir ingressos do filme dependendo de suas condições financeiras. Com a urbanização, avanços tecnológicos e a má distribuição de renda no Brasil, as salas de cinema passaram a ser construídas em centros de grandes cidades, o que impediu que as populações com pouco poder financeiro, de pequenas cidades e periferias adentrassem o mundo do cinema. Isso é uma consequência da falta de atitudes do governo em relação a problemática e também da urbanização ligada a distribuição de renda no país. São necessárias as discussões sobre esse assunto para que se resolva a impossibilidade das pessoas de poucas condições terem acesso ao cinema.


Segundo Thomas Hobbes, o Estado deve promover o bem-estar social, porém verifica-se que o governo brasileiro não o promove. A falta de infraestrutura e investimentos, fez com que durante o processo de urbanização, grande parte da população se amontuasse na periferia das cidades ocasionando o fenômeno da favelização, e consequentemente a pobreza. Além disso a falta de investimentos, juntamente a má distribuição de renda deram início ao famoso clichê: "os pobres estão cada vez mais pobres e os ricos estão cada vez mais ricos". Ou seja, a diferença que já existia entre os estados industrializados e os não industrializados aumentou. Toda essa diferença econômica influencia diretamente o número de pessoas que são impedidas de ir ao cinema.


Assim, são exequíveis intervenções para que a problemática seja resolvida. O governo poderia investir na criação de cinemas nos estados com menores concentrações de renda e ainda, a partir do capital direcionado pelo Tribunal de Contas da União, formular projetos em que as pessoas com menos condições financeiras, pudessem adquirir seu ingresso em troca de boas ações para contribuir com sua cidade. A partir dessas medidas assim como Max Weber prega, o Brasil acabaria com os privilégios das áreas de renda mais altas das grandes cidades em relação ao cinema.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde