use o cupom aprovado21 e ganhe + 21% de desconto extra 21% OFF

ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

  No século XX, forte período de expressividade artística, o consumo cinematográfico desenvolveu-se sob um público elitizado e apreciador da arte. Neste âmbito, as produções voltavam-se, sobretudo, para o ganho da consagração da obra, o disputado Oscar-prêmio crítico. Este é o panorama retratado em "Era Uma Vez Em Hollywood", filme do renomado diretor Tarantino, no qual retrata, de forma estereotipada, o público da indústria. Analogamente, ao relacionar-se esta óptica ao hodierno panorama, revela-se a permanência da mentalidade elitista no mercado cinematográfico brasileiro.
  Em primeiro plano, é notável que, o cinema é responsável por atuar na reflexão emocional e intelectual do telespectador, tendo em vista sua imersão. Para Aristóteles, a arte tem o poder de ativação da perspectiva individual de cada observador, pois apesar de ser única, desperta distintas visões, devendo atuar universalmente. Nesse sentido, observa-se o não incentivo à apreciação artística geral por parte do Governo, evidenciando-se pelo difícil e excluso acesso de indivíduos carentes.
  Outrossim, com base no princípio da isonomia constitucional, ou seja, referente ao tratamento proporcional e igualitário nas condições de cada cidadão, infere-se que o cinema, pelo caráter elitista, restringe seu público. Diante a seletividade do mercado, tem-se a concentração de salas em grandes centros urbanos. Tal fato é observado no mercado nacional predatório, que negligencia regiões tidas como não lucrativas.
  Em virtude dos fatos supracitados, é imperiosa a ação por parte do Ministério da Cultura em conjuntura com redes de cinema, onde por meio de negociações, atuem na criação de um programa responsável por ofertar sessões por um valor mais acessível à pessoas carentes. Também, por estes órgãos, deve ser feita a distribuição de salas deste programa por todo o território, a fim de cobrir todas as regiões do país. Logo, objetiva-se o fim do caráter elitista e implantação da popularização da indústria no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!