ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

 Na Antiguidade Clássica, a política greco-romana do Pão e circo, tinha o intuito de focar a atenção do corpo civil nos espetáculos guerrilheiros e artísticos, a fim de amenizar a noção social acerca da péssima situação na qual a população estava inserida. No atual cenário brasileiro, em contraposição, as manifestações artísticas difundidas, sobretudo, pelo cinema, apresentam-se como positivas, haja vista a propagação da cultura globalizada. Tal situação, denota a importância da democratização do cinema brasileiro, levando em consideração seus inúmeros aspectos favoráveis. 
    Em primeira análise, é válido ressaltar que em meados dos anos 70, o Brasil detinha cerca de 3300 salas de cinema, localizadas principalmente  nas áreas rurais. No panorama atual, no entanto, com a urbanização acelerada e com o progressivo fenômeno migratório, propiciado pelo o  êxodo rural, os cinemas brasileiros passaram a se concentrar nos grandes centros urbanos, especialmente em zonas nas quais está inserida a população mais abastada financeiramente. Tal quadro, configura-se como incoerente, à medida que se constitui como mais um modelo segregador da sociedade. 
    Ademais, embora o número de salas de cinema tenha sido restituído no início do século XXI, ainda é necessário haver progresso qualitativo. Segundo o escrito alemão oitocentista Goethe, a ignorância em ação constitui-se como um enorme obstáculo dentro de uma sociedade. Assim, analogamente, o aumento do alcance cinematográfico no Brasil, representa a quebra com o paradigma de ignorância preconizado pelo intelectual europeu, à medida que transcende a concepção limitante da realidade de muitos indivíduos, proporcionando uma edificação cultural e globalizada muito positiva.



     Em suma, torna-se evidente a importância da democratização do acesso ao cinema no Brasil. Para haver melhorias, cabe ao Estado, como instância máxima de administração, a construção de salas de cinema, por meio do redirecionamento de verbas públicas, principalmente nas áreas mais periféricas e rurais do País, a fim de desconcentrar os palcos cinematográficos e facilitar o acesso das populações mais pobres ao mundo globalizado. Dessa forma, objetiva-se minimizar o preceito de ignorância em ação, estabelecido por Goethe, propiciando a propagação cultural de maneira igualitária.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde