ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2019 : Democratização do acesso ao cinema no Brasil

“Histórias Cruzadas”, uma obra cinematográfica, aborda a realidade de mulheres negras as quais eram vítimas do racismo no século passado. Nessa lógica, esse filme apresenta problemáticas histórico-sociais presentes naquela época fundamentais para compreender a realidade atual e como atenuá-la, visto que o racismo é um problema contemporâneo. Todavia, no Brasil, o acesso aos filmes, essenciais no aprendizado histórico e cultural, ainda não é uma realidade. Nesse sentido, essa problemática representa um desafio a ser debelado, intensificado não só pelo processo de industrialização, como também pelo descaso governamental.



Em primeiro lugar, deve-se compreender que a Revolução Industrial é um dos principais fatores contribuintes para o carente acesso ao cinema. Nessa lógica, observa-se no Brasil, principalmente após 1930, com a intensificação da industrialização, o processo de concentração da tecnologia no centro sul do país. Com isso, as pessoas que não migraram para essas regiões foram excluídas desses benefícios. Sendo assim, é inaceitável que o Brasil, membro pleno da Organização das Nações Unidas, ainda não promova o acesso democrático ao rico aprendizado fornecido pelo cinema.


 


Além disso, é imperioso assimilar que outro agravante dessa questão é a falta de empenho do Estado para tornar o acesso ao cinema uma realidade em todo país e não somente nas regiões metropolitanas. Conforme o filósofo Immanuel Kant, essa atitude do Governo brasileiro pode ser caracterizada como um egoísmo moral, já que restringe os benefícios apenas para um grupo, não constatando a necessidade desses para a nação. Nesse ângulo, é inadmissível que essa postura do Estado continue em vigor, uma vez que tira o direito constitucional do cidadão de acesso aos meios culturais.



Destarte, o Estado junto aos empreendedores da indústria do cinema deve promover a democratização desse bem em todo o país, por meio de parcerias público-privadas, as quais serão responsáveis por construir espaços de apresentação cinematográfica nos municípios que não possuem acesso a tal benefício. Outrossim, a exibição de filmes de caráter histórico-cultural nas escolas deve ser garantida, visto que, assim como “Histórias Cruzadas”, esses filmes incentivam debates e reflexões sobre problemáticas atuais como é o caso do racismo, além de garantir o direito constitucional de acesso à cultura desde a juventude. Espera-se, com isso, reduzir a questão da falta do acesso democrático aos cinemas no Brasil.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde