ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2018

 

Com o advento da comunicação 4.0, as relações do homem com a tecnologia  tornaram-se mais fácies e  rápidas, fato esse proporcionado pela modernização  dos dispositivos e com a utilização dos algorítimos. Esses,  trouxeram consigo  insegurança e um sentimento de que a privacidade dos cidadães  brasileiros não é respeitada, com isso a população pode facilmente ser manipulada.

  Em primeira análise, vale ressaltar a frase do escritor Paulo Coelho: ''O caminho digital é sem volta''. Nessa perspectiva,  percebe-se dentro  do ''mundo digital''  uma  relação de dependência com os brasileiros. Isso é, inúmeros serviços que antes eram realizados por papel ou outros, meios hoje são realizados de maneira digital, sendo assim, cada vez mais há uma necessidade dessa tecnologia, visto que os antigos modelos estão quase obsoletos. Um exemplo desse modelo foi a maneira pela qual os indivíduos comparam os seus produtos agora pela internet. Dentro desse aspecto, para atender uma demanda cada vez maior e uma melhor agilidade, a tecnologia vem se modernizando  com o auxílio dos algorítimos.

  Outrossim, a internet pode controlar o comportamento utilizando dados pessoais com o intuito de  produzir um lazer alienado, termo de karl Mark, que é uma manipulação do gosto. Nesse viés, os algorítimos funcionam como um ''filtro'', criando um perfil com base nos dados pessoais e sites que um determinado indivíduo acessa. Sendo assim, ele mostra anúncios que possuem o objetivo do convencimento  de que o cidadão precisa desse objeto anunciado.  Desse modo,  cria-se uma sensação de que o mundo digital não é seguro e que os dados a ele confidenciados não estão protegidos.

  Logo, percebe-se o dilema que é a manipulação do comportamento  de dados na internet. Para a sua resolução, cabe ao Poder Legislativo criar e aprovar leis que devem assegurar privacidade dentro da internet. Por meio da criação de um código de conduta digital, esse devia limitar a quantia dos dados  pessoais dos brasileiros   com as empresas, além de impedir o repasse desses a terceiros. Mas também deveria haver um inciso no código que deixasse os contratos de adesão a serviços on-line com uma linguagem mais concisa, que facilite o seu entendimento. Tais medidas têm   o objetivo da redução da manipulação  do usurário assim acabando com os maléficos da comunicação 4.0.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde