ENTRAR NA PLATAFORMA
ENEM 2018

Segundo o sociólogo Émile Durkheim, a sociedade age sobre os indivíduos, moldando-os, e esses indivíduos desenvolvem funções mais específicas, diminuindo a consciência social. Tal senso crítico debilitado somado à insuficiência na filtragem de dados, por algorítmos, desencadeiam a manipulação do comportamento, de grande parte, dos usuários da internet. Nessa perspectiva, evidencia-se a massa crescente de internautas submetidos, por influência das redes e sites, na tomada de decisões no "mar sem leis" - internet.


Em primeira análise, é irrefutável que o senso crítico precário está no cerne da problemática. A obra futurística "1984", de George Orwell, retrata uma sociedade estremamente alienada, a qual aceita, sem questionametos, uma suposta liberdade conferida pelo "Grande Irmão", aproximando-se da contemporaneidade. Prova disso, está no direcionamento de informações por intermédio de algorítmos, para os navegadores - criando a ilusão de liberdade. Dessa forma, não apenas as ações são manipuladas, como também a cultura e a indústria.


Além disso, sabe-se que a filtragem de denúncias, averiguadas por algorítmos do Oriente Médio ao Sul da Ásia, tem sido outro facilitador para a moldagem de comportamento. Um exemplo recente é o fato do Facebook estar concedendo informções confidenciais de seus usuários, para a formação de propagandas, individualmente, específicas por parte de outras empresas . Logo, aponta-se o "mar sem leis" que tem configurado a internet.


Infere-se, portanto, que diante de tal manipulação, a ONU deve desenvolver videoaulas, em diversos idiomas, que exponham os perigos da internet - como a distorção de informações e abuso de dados - para que as escolas de cada país possam preparar as crianças para o contato com esse "bombardeamento" de informações. Do mesmo modo, paralelamente, os Estados devem convocar os cidadãos que já possuem contato com a internet, e expor-lhes tais videoaulas, em horário não laboral e de forma institucionalizada. Ademais, é mister que ocorra uma enquete virtual, entre o governo e a população, sobre quais informações pessoais os indivíduos estão dispostos a permitir serem utilizadas e espostas pelas redes, estabelecendo limites claros nesse "mar sem leis".


Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde