O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

ENEM 2016 - prova 1

O romantismo exaltava o sentimento de nacionalidade e as maravilhas do Brasil. O foco das obras era a vida dos índios, negros e brancos europeus. Essas etnias foram as principais formadoras da população brasileira. Entretanto, a presença de diversas culturas e crenças, se associadas à falta de respeito e empatia, pode se tornar um imensurável problema, como o que vivenciamos atualmente no Brasil: a intolerância religiosa.
No ano de 2015, a Secretaria Especial dos direitos humanos - através do disque 100 - recebeu 252 denúncias relacionadas à agressão física e verbal, motivadas por questões religiosas. O número de denúncias registradas cresceu 69% em relação à 2014. Em uma sociedade na qual a miscigenação é a raiz de formação, os números se tornam alarmantes. Os casos se multiplicam dia após dia - muitos não são denunciados - aumentando cada vez mais o preconceito e a violência.
Um dos episódios mais recentes aconteceu no Rio de Janeiro. Uma menina de 11 anos, ao sair de um terreiro candomblé, foi apedrejada e assassinada por um grupo de fanáticos religiosos. O caso se torna mais intrigante ao considerarmos que as religiões africanas constituiram um grande peso na formação da cultura afro-brasileira e são, até hoje, praticadas por considerável parte da população. Todavia, ainda são as que sofrem maior discriminação. De acordo com o poeta francês Victor Hugo, "a tolerância é a melhor das religiões", e é através dela que a harmonia é alcançada.
Em vista de todas essas informações, é urgente a necessidade de reverter esse quadro. Um grande passo foi a criação do Dia Nacional do Combate à Intolerância Religiosa, celebrado no dia 21 de janeiro. Porém, muito mais pode ser feito. O Estado deve garantir o direito à livre expressão religiosa e punir rigorosamente o preconceito e a discriminação, mantendo, contudo, sua laicidade. Além disso, as famílias devem ensinar desde cedo o respeito e a consideração para com o próximo. As escolas podem incluir o ensino sobre a diversidade de culturas e religiões, promovendo palestras e atividades educativas. Através da educação, o futuro se torna mais positivo, afinal, segundo Helen Keller, "o resultado mais sublime da educação é a tolerância".
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!