O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

ENEM 2016 - prova 1

Ao longo do Brasil colônia, entre os séculos XVI e XIX, milhões de pessoas de inúmeras partes do mundo chegaram ao território brasileiro, formando a atual diversidade cultural da população. Nesse contexto, muitas crenças foram inseridas aos valores ideológicos do país. Contudo, as formas de discriminação religiosa, sucedida por violência física, moral ou psicológica em função da opção religiosa alheia, tem se tornado predominante. Nessa lógica, é possível destacar que, as pessoas que sofrem mais preconceito são os indivíduos que participam de cultos de origem afro-brasileiro, como a Umbanda e o Candomblé, demonstrando a falta de conhecimento dos valores étnico-culturais da nação.

Outrossim, destaca-se o mal uso da lei, como princípio para a continuidade das formas de preconceito religioso na sociedade contemporânea. De acordo com Aristóteles "a política deve ser utilizada de modo que, por meio da justiça o equilíbrio seja alcançado na sociedade. Seguindo essa perspectiva, percebe-se que no Brasil, as legislações que repudiam a violência contra a fé alheia são insuficientes, tendo em vista que, inexiste no país um programa de afirmação, que puna de forma abrangente, a violência sobre religião, além da falta de conscientização dentro das redes de ensino, em prol de introduzir nos estudantes o valor da diversidade de ideologias na formação cultura nacional.

Na sociedade brasileira, é inaceitável assistirmos pelas mídias de comunicação, a ocorrência de casos o da menina de 11 anos, que acabou sendo espancada na saída de um culto de candomblé no Rio de Janeiro. Desse modo, é evidente, portanto que o aprimoramento das políticas de contenção aos atos de violência devem ser mais abrangentes e buscarem introduzir nos indivíduos, a conciência dos efeitos negativos dos abusos contra a fé alheia. Por outro lado, vale destacar também, que as discriminações religiosas no Brasil, não atingem apenas as crenças de origem africana, mas também, cultos de diversas partes do mundo, e portanto a conscientização devem refere-se a aceitação de todas as crenças existentes no mundo.

Com o propósito de reduzir as práticas discriminatórias contra religiões no Brasil, é importante a conscientização multua da diversidade ideológica na formação cultural do país. Desse modo, a escola pode desenvolver projetos que estimulam os estudantes ao conhecimento da variedade religiosa do país. Por outro lado, o Governo Federal, juntamente às mídias de comunicação podem reproduzir por meio de programas, séries e política de afirmação, o valor da cultura afro-brasileira, além das punições caso haja violência contra a fé alheia. Por fim, o Estado deve aprimorar as instituições para atender psicologicamente as vítimas de abusos. Apenas com uma política que introduza a conscientização da população e a valorização da variedade cultural do país a discriminação religiosa poderá ser amenizada a medio prazo no Brasil.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!