O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Elitização artística e preconceitos no Brasil

"No meio do caminho tinha uma pedra, tinha uma pedra no meio do caminho." De maneira análoga ao trecho do poema de Carlos Drummond, pode-se estabelecer uma relação metafórica entre as "pedras no caminho" e a elitização artística e o preconceito no Brasil, haja vista que esse impasse precisa ser retirado do âmbito social. Nesse sentido, é lícito afirmar que as raízes históricas e a desigualdade diligente na sociedade brasileira contribuem para a perpetuação dessa adversidade. 


Sob esse viés, é imperativo pontuar a antescedente perspicácia cultural como uma impulsionadora do óbice. Assim sendo, vale ressaltar que as expressões artísticas mais notórias no período que precede a Semana da Arte Moderna -1922- sofreram primordialmente influências eurocêntricas. Tal influxo exteriorizava o quanto a cultura era ininteligível para aqueles que não possuíam tamanha erudição para compreendê-la, tendo em vista que conhecimento era sinônimo de capital. Hodiernamente, essa conceituação equivocada de que a arte adequa-se apenas aos mais afortunados continua sendo preponderante em detrimento da propagação desta.


Outrossim, vale postular a disparidade social como agravante da problemática supracitada. Durante a Revulução Francesa, os ideais de igualdade, liberdade e fraternidade se estabeleceram como princípios fundamentais de toda sociedade. No entanto, paralelamente à realidade brasileira, pode-se observar o quão quimérico é o conceito de igualdade, considerando a mentalidade elitista refente à cultura, uma vez que a parcela carente da população tem pouco, ou nenhum acesso à cinemas, teatros, museus e exposições de arte.


Dessarte, diretrizes que formulem mudanças são imprescindíveis para amenizar o impasse. O Ministério da Educação deve elaborar um projeto de democratização da obtenção de arte nas periferias, por meio de parcerias com ONGs - Organizações Não Governamentais - locais, que propaguem cursos, oficinas, palestras ou rodas de conversa, integrando aqueles que não tem conhecimento prévio do assunto. Essa ação tem o fito de desmistificar a visão do alto patamar ocupado pelos entendedores do assunto. Assim, espera-se que as "pedras no caminho" em relação a problemática sejam retiradas progressivamente.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!