O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Educação sexual e infância

    O filósofo Jean-Paul Sartre dissertou acerca do comportamento coletivo, evidenciando-o sobre o caminho para o real progresso de uma nação, a fim de alcançar o bem-estar social. Análogo a isso, nota-se, no Brasil hodierno, uma constância no número de casos de gravidez na adolescência, o que pode prejudicar a vida da adolescente, e casos de doenças sexualmente transmissíveis, o que coloca em evidência a educação sexual. Dessa forma, deve-se pautar, na contemporaneidade, os desdobramentos dessa pauta e suas consequências.


    Em primeiro lugar, é importante discutir os fatores que justificam a importância dessa educação. Nesse sentido, desde o surto de HIV dos anos 80, os países europeus adotaram a conscientização como principal método para evitar a contaminação, focando no público adolescente, o que gerou uma diminuição do número de casos, segundo o jornal BBC. Dessa maneira, a não conscientização sobre o sexo pode gerar aumento de casos de gravidez na adolescência, segundo a Organização das Nações Unidas, que, no Brasil, acontece em cerca de 430 mil jovens anualmente, segundo o G1, representando uma série de desafios para o país e para a saúde dessas pessoas. 


    Ademais, é válido debater as consequências de uma política bem planejada para a problemática. Nessa perspectiva, uma redução de casos de HIV geraria economia de verbas da saúde, que poderiam ser aplicadas em outras áreas de maior necessidade. Paralelamente, a redução de casos de gravidez em pessoas menores de 18 anos resultaria em um maior tempo dedicado aos estudos, já que, segundo o jornal G1, a maioria das adolescentes mães desiste dos estudos, então um maior tempo de formação possibilitaria maiores salários, e, consequentemente, reduziria a dependência em políticas de assistência social, como o Bolsa Família, o que aumentaria a independência dos indivíduos. Outrossim, é vultoso salientar a importância da conscientização na educação como forma de atingir o real progresso da nação.


    Portanto, torna-se clara a importância desse trabalho, devendo ocorrer sua ampliação. Para isso, urge que o Governo Federal, junto com o Poder Legislativo e especialistas, crie um projeto que organize um time, composto por pedagogos e especialistas em saúde pública, que será responsável por criar um vídeo oficial sobre educação sexual, esse vídeo seria exibido em todas as escolas do país e, especialmente, para turmas compostas por crianças de 10 anos, evitando possíveis problemas sobre "doutrinação sexual". Sendo assim, isso poderia ser feito por meio de um projeto de lei tendo como finalidade o aumento do bem-estar social, o que vai ao encontro da teoria do filósofo francês.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!