O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Doação de sangue no Brasil

   Segundo o escritor inglês Thomas More, em sua obra "Utopia", o retrato de uma sociedade perfeita padroniza-se pela ausência de conflitos e problemas. No entanto, o que se observa na realidade é o oposto do que o autor prega, visto que a doação de sangue no Brasil apresenta barreiras, as quais dificultam a concretização dos planos de More. Com efeito, torna-se evidente como causas do problema a omissão escolar, bem como a falta de empatia da população brasileira. 


    De início, persiste a indiferença das instituições de ensino acerca da doação de sangue. Sobre isso, para Kant, o ser humano é resultado da educação que teve. De acordo com essa perspectiva, se há um problema social, há como base uma lacuna educacional. No que tange à doação de sangue no Brasil, percebe-se a forte influência dessa causa, uma vez que a escola não tem cumprido o seu papel no sentido de reverter o problema, pois não está trazendo as salas de aula conteúdos que ajam na resolução da questão. Dessa forma, enquanto essa indiferença se mantiver, o Brasil será obrigado a conviver com um dos mais graves problemas na contemporaneidade: a falta de sangue nos bancos de transfusão.


    Além disso, convém ressaltar que o individualismo da sociedae é um forte empecilho para a resolução do problema. A esse respeito, Franz Kafka - renomado escritor alemão - , em sua obra " A Metamorfose", ensina que a solidariedade é o sentimento que melhor expressa o respeito pela dignidade humana. Entretanto, a população brasileira é incapaz de praticar a solidariedade descrita por Kafka, na medida em que, segundo dados da ONU, a doação de sangue no Brasil é desproporcional em valores absolutos populacionais em comparação com outros países, como o Uruguai. Destarte, é incoerente que, mesmo sendo nação pós-moderna, ainda se perpetue a falta de empatia da sociedade.


     Portanto, medidas estratégicas são necessárias para alterar esse cenário negativo. Para isso, as instituições de ensino devem, com veemência, através de eventos pedagógicos, ministrar palestras socioeducativas com a participação de familiares e alunos, em que será debatido sobre a importância da doação de sangue e a preservação da vida. Essa iniciativa se chamará "Brasil solidário" e terá a finalidade de garantir a atuação das escolas diante do problema e desconstruir a cultura individualista da população. Assim, a utopia de More será concretizada no Brasil.  


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!