O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Doação de sangue no Brasil

Desde o Iluminismo, entende-se que uma sociedade só progride quando um se mobiliza com problema do outro. Porém, quando se trata de doação de sangue no Brasil, esse Iluminismo tem sido vivenciado apenas na teoria. As dificuldades para combater esse impasse são persistentes, seja pela falta de conscientização, ou seja, pela falta da presença midiática.
Em primeira análise, vê-se que existe uma carência de conscientização da população em geral, pois são poucos os números de doadores voluntários. Logo, o Brasil precisa preparar doadores responsáveis, e um modo para esse preparo é discutir tal assunto nas escolas, principalmente com as crianças para que elas cresçam conscientes da importância de doar sangue. Sêneca já dizia: "a educação exige maiores cuidados porque influi sobre toda vida".
Outrossim, destaca-se a falta da presença midiática. A mídia atualmente é uma grande influenciadora, através da mesma é possível divulgar sobre doação, conscientizar e também quebrar vários estigmas na sociedade, que, por exemplo, acham que doar sangue engorda e por esse motivo não doam. As informações podem chegar até as pessoas por meios virtuais e físicos, através de aparelhos eletrônicos ou outdoor, panfletos, fazendo assim com que sejam influenciadas a ser doadoras.
Portanto, é necessário que o Governo Federal, por meio de uma parceria com Ministério da Educação (MEC), financie projetos educacionais de conscientização nas escolas, através de uma ampla divulgação midiática, que inclua propagandas televisivas, entrevistas em jornais e debates entre professores e alunos. Nesse sentindo, o Iluminismo será vivenciado na prática, de modo que as pessoas se conscientizem a doar sangue.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!