ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

A constituição Federativa do Brasil, no artº 4, refere que a doação de orgãos só dependerá da autorização dos familiares, execução no qual salva muitas vidas. Entretanto, essa prática ocorre eventualmente, por motivo de falta de informação e aspectos culturais, que determinam esse fenômeno.


Primeiramente, é importante ressaltar que, no Brasil cerca de milhares de brasileiros estão na fila de espera para transplante de orgãos. Muitas famílias ao perderem um ente querido acabam recusando a autorização para que a doação seja feita, pela falta de conhecimento sobre o assunto e a ausência de confiança no sistema de saúde pública, no qual é pouco discutido, desencadeando um tabu entre as pessoas e levando a recusa de uma necessidade presente.


Além disso, os aspectos culturais contibuem para esse ato, já que, crenças religiosas induz ao indivíduo a acreditar em um milagre em situações irreversíveis, como por exemplo em caso de morte cerebral, em que o cérebro para de exercer suas atividades neurológicas. E a familia em seu momento de dor, acaba gerando sentimento de dúvida na ciência. Também, a escola não debate essa questão e nem incentiva a ação da mesma, consequentemente as filas de espera crescem cada vez mais e os pacientes que estão na espera continuam sem qualidade de vida que merecem.


Sendo assim, a população brasileira não tem a consciência da importância da doação de orgãos, o ministério da saúde deve promover mais campanhas de conscientização em eventos escolares, com palestras para toda equipe escolar. E, para toda comunidade, para assim, educar a população e tratar desse fenômeno para uma qualidade de vida para todos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde