ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

A constituição federal de 1988, garante o direito á vida, á igualdade e a liberdade. Contudo, na prática a lei é corrompida, já que no Brasil a doação de orgãos torna-se um dilema. Apesar de a doação poder salvar muitas vidas, familiares se recusam a fazer doações por falta de informação ou até mesmo por se sentirem motivados que o indivíduo ira se recuperar como nos casos de morte encefalica.


  Embora, segundo a Associação brasileira de tranplante de orgãos (ABTO), o número de doações terem aumentado, ainda há nas filas mais pessoas precisando de  doações do que pessoas doando orgãos. Pelo fato das pessoas não entenderem como funciona as doações ou até mesmo por questões religiosas, faz com que muitos indivíduos percam a vida pela falta do orgão.


 Outro fator é que muitas vezes o indivíduo que quer ser doador não comunica a família, fazendo com que em casos de morte encefálica o familiar não queira tirar nenhum orgão e até mesmo ainda ter esperanças do indivíduo se recuparar, ou até  pensar que é erro médico. 


 Portanto, medidas são necessárias pra resolver o impasse. A midía junto ao ministério da saúde, fazer propagandas incentivando as pessoas a serem doadoras e mostrando o quanto é importante para quem necessita do orgão. O estado influênciar as escolas a darem palestras mostrando para os jovens como funciona a doação de orgãos, para eles já terem uma mente aberta do quando é importante esse resquicio. E assim tentar aumentar a doação de orgãos. 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde