ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

   Segundo a lei número 9.434 criada no dia 4 de fevereiro de 1970 fala a respeito da remoção de órgãos, tecidos e partes do corpo humano para fins de transplante e tratamento e dá outras providências.Entretanto, observa-se que por mais que dela lei já tenha um certo tempo desde sua criação a indivíduos que ainda não tem um conhecimento sobre a mesma.Esse problema, ocorre pela falta de informações que os familiares dos doares apresentam e com isso não apoiam essas doações, e que gera consequências negativas como o baixo índice dos mesmos.   
   De maneira inicial, vale ressaltar que a falta de informações que os familiares dos individuos apresentam é um dos principais motivos para que o índice de de doação de órgãos continue baixos. Segundo publicação no portal da Agencia Brasil no dia 23 de agosto de 2016 afirmou que ocorreu um aumento de 1 milhão de doadores. Ademais, por mais que esses números tenham aumentado ainda é relativamente baixo, comparado a países lideres como a Espanha.Comprova-se assim, como essa escassez de conhecimento podem dificultar esse avanços
   Além do mais, devem-se pontuar que a uma necessidade de melhorar o sistema de cuidados e infraestruturas a doadores já que não é qualquer órgão que pode ser aproveitados, e a falta desses cuidado fazem que essa reutilização não ocorra agravando ainda mais a problematica.Outrossim, ainda conforme a reportagem da Agencia Brasil apenas 29% dos mesmos poderão ser utilizados em outro individuo.Dessa forma, o apoio governamental é de extrema importância para solucionar esse contratempo.
  Diante disso, antes que os problemas relacionados a doação de órgãos se agrave é preciso intervir.Logo, cabe ao Ministério da saúde juntamente com a Associação Brasileira de Transplante de Órgãos(ABTO), executar campanhas de incentivo para que todos os indivíduos sejam doadores de órgãos posteriormente e fazer esclarecimentos da lei 9.434 aos familiares dos doadores com uma atenção especial contando com a  ajuda de um psicologo para facilitar escolha e em relação aos cuidados e infraestruturas, necessitam de uma fiscalização mais eficaz por parte das autoridades para que não ocorra problemas com a reutilização dos mesmos.Desse modo, o brasil se avançará para uma sociedade menos individualista e mais informada.


 

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde