ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

Na série "Anatomia de Grey", da empresa ABC, é retratada a história de Josy - uma médica que presenciou seu marido vir à óbito por morte cerebral e decide doar os órgãos deste para salvar vidas. Entretanto, o cenário hodierno vai de encontro a doação de órgãos no Brasil. Isso se dá, seja pelas falhas do sistema de saúde, seja pelo acomodamento estatal. Logo, é fulcral discutir sobre o assunto.


A priori, é válido analisar a negligência do âmbito provedor de bem-estar. Nessa perspectiva, o escritor modernista Mário de Andrade, é coerente ao afirmar no livro "Macunaíma", que existe muita sauva e pouca saúde. Tal diagnóstico, se configura pela ausência de infraestrutura devida em alguns hospitais, o que resultou em 71% de órgãos que não foram doados por falta de ventilação mecânica, medicamentos para regulação de pressão e dieta enteral. Dessa forma, notam-se as mazelas deturpadoras de vidas que necessitam de doadores e ressalta males estatais.


Outrossim, é imperativo salientar o caráter omisso do Estado. Nesse viés, o filósofo Confúcio, é correto ao apregoar que não corrigir seus erros é o mesmo que cometê-los novamente. No entanto, esse pensamento possui visão aversa no país tupiniquim, haja vista que há letargia no sistema e falhas infraestruturais, o que vigora em muitas famílias o desejo de não doar os órgãos de seus entes e isso resulta, ora nas longas filas de espera, ora em óbitos. Dessa maneira, a estrutura administrativa da pátria assume posto de acomodação e resulta ainda no posto de subdesenvolvimento.


Infere-se, portanto, que haja medidas estruturais de combate a tais falhas para a melhoria da doação de órgãos. Em primeiro lugar, o Ministério de Saúde- provedor de gozo da população - deve erguer políticas públicas de combate a negligencia estrutural e material de hospitais públicos, por meio do Ministério da Economia, Fazenda e Planejamento que trará auxílio de verbas para o projeto, a fim de mitigar filas e mortes de vidas que necessitam dessa doação. Quiçá, assim, lograr-se-á o dito de Confúcio.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde