ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

No filme “A Cinco Passos de Você” relata a história de dois adolescentes com fibrose cística que se apaixonaram em um hospital. Nesse sentido, a trama foca na vida da jovem Stella, que devido à doença passou boa parte de sua vida a espera de um transplante pulmonar, que a possibilitaria a viver por mais tempo. Analogamente, no Brasil a doação de órgãos de se configura como um problema em virtude de raízes históricas religiosas e a falta de informação, que leva cerca de 40 mil pessoas esperam, assim como a jovem, por uma doação segundo o G1.


Em primeiro plano, convém ressaltar a origem histórica da problemática. Durante o período conhecido como “Idade Média”, a Igreja Católica na Europa implantou severas punições, como morte na fogueira, àqueles que dissecavam cadáveres humanos, pois para essa religião o corpo era considerado “a morada do Espírito Santo” e por isso era inviolável. Logo, esse fato influência até hoje na forma de pensamento de muitas pessoas sobre a doação de órgãos, que por pensarem no corpo como sagrado, receiam em “violar” o corpo para doar.


Outrossim, embora atualmente a maioria das religiões não condenem a transplantação de órgãos, a falta de informação das famílias combinadas ao pensamento medieval que ainda persiste, impedem a solução do problema. De acordo com o Ministério da Saúde, 40% das famílias negam a autorização doação de órgãos de entes falecidos. Desse modo, as famílias impedem a fluidez das filas de transplante gerando o grande número compartilhado pelo G1 de pessoas na espera.


Portanto, cabe ao Governo Federal promover campanhas informativas sobre a doação de órgãos, por meio de mídias de grande audiência, como a Globo e a SBT, para que assim seja possível informar as famílias a importância da doação de órgão e como o ato pode salvar várias vidas. Ademais essas medidas possibilitarão evitar que muitas pessoas tenham que passar a vida a espera como Stella.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde