ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

Segundo o sociólogo Émile Durkheim, a solidariedade é fruto da consciência coletiva, em que para uma sociedade prosperar é preciso união e alteridade. No entanto, no contexto brasileiro, a doação de órgãos, primordial para a saúde pública, apresenta déficit. Nessa perspectiva, percebe-se a falta de informação e o descaso da população como fatores que agravam esse quadro.


Em primeiro plano, evidencia-se o desconhecimento sobre o transplante de órgãos. Nesse sentido, com a desconfiança na infraestrutura e tratamento do sistema de saúde, uma grande parcela da população negligencia a doação. Dados da ABTO, Associação Brasileira de Transplantes de Órgãos, mostram que 47% das famílias se recusam a ceder elementos vitais de parentes em caso de morte encefálica. Sendo assim, mesmo como potencial doador, muitos tem medo de que o transplante cause danos visíveis ao corpo, enterrando, depois de várias desavenças, o corpo do ente querido, junto com as esperanças de outro ainda em vida.


Outrossim, salienta-se o individualismo presente na sociedade. Nesse contexto, o cidadão age sob seus próprios interesses, como a mitigação a doação de órgãos, o que caracteriza um pensamento autocentrado. Como já dizia o filósofo francês Emmanuel Levinas, o homem contemporâneo mantém relação com o próximo de forma egoísta e sem responsabilidade. Logo, sem coletividade, familiares preocupam-se exclusivamente com o parente, mantendo-o vivo mesmo diagnosticado com morte cerebral, pois acredita-se em um milagre.


Infere-se, portanto, que medidas são necessárias para esclarecer e incentivar a doação de órgãos no Brasil. Dessa maneira, cabe a mídia, em conjunto com o SUS, Sistema Único de Saúde, explicar e orientar, por meio de campanhas publicitárias injuntivas com apelo emocional, a concessão de órgãos, com o intuito de estimular e enfatizar como atos humanitários. Ademais, é dever das escolas promoverem palestras e debates em sala de aula para desmistificar o tema e formar futuros doadores. Desse modo, tornando a sociedade mais solidária, como já idealizava Durkheim.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde