ENTRAR NA PLATAFORMA
Doação de Órgãos no Brasil

    Durante a segunda guerra mundia os nazistas realizaram várias experiências médicas com judeos para o desinvolvimento da medicina, dentre esses testes uma delas, era a respeito do transplante de orgãos. Entretanto, mesmo com os avanços na medicina a doação de orgãos no Brasil enfrenta desafios. Nesse contexto, deve-se analisar questões relacionadas ao tema e como o tabu social e a falta de investimentos públicos contribuem para a problemática.


                Em primeira anásile, vale destacar a falta de informação como como uma das principais causas do problema. No filme "o menino do pijama listrado", decorrido durante a segunda grande guerra, apresenta a amizade entre um dois meninos um judeu e um filho de um militar nazista, sem saber da real existência do campo de concentração o protagonista Bruno entra no local para ajudar seu colega, mas infelizmente é morto após ambos adentrar na câmara de gás. Nesse sentido, vale resaltar a importancia da informação.


               Além disso, outra dificuldade enfrentada é o descaso do poder público para com os pequenos estados brasileiros. Promulgada a constituição em 1988, condece a qualquer cidadão o direito a saúde. No entanto, é evidente o maior investimento em locais de maior população como é o caso de São Paulo e Rio de Janeiro.


                   Logo, diante dos fatos argumentados medidas devem ser adotadas para reduzir o impasse. É fundamental portanto, a intervenção do Estado juntamente com o Ministério da Saúde (MS), investir maior parcela de captal em pequenos estados através de melhorias no Sistema Único de Saúde (SUS), como resultado ampliar  a doação de orgãos no país. Ademais, a Organização Mundial de Saúde (OMS) em parceria com (MS), devem ministrar vídeos na mídia televisiva e na internet para promover informação, através de especialistas. Espera-se, com isso, promover o aumento do número de doadores.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde