O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Discurso de ódio e liberdade de expressão

A Terceira Revolução Industrial, também conhecida como Revolução Tecno-científica, proporcionou uma enorme gama de aparatos tecnológicos que servem para difundir ideias e onde é livre a expressão para os seus usuários. Entretanto, a liberdade de manifestação em redes sociais pode ser prejudicial quando a mesma for usada para disseminar o discurso de ódio que é nocivo à sociedade, já que o ambiente virtual facilita o anonimato e alcança um grande contingente populacional e de esferas.
Primeiramente, é válido salientar que os avanços dos meios comunicacionais são dotados de pontos positivos e negativos. E existência a grande quantidade de informações e matérias nas mídias levam ao cidadão o conhecimento e o desenvolvimento de senso crítico. Contudo, esse bombardeamento constate de informações , as quais podem ser dotadas de xingamentos e desmoralização de culturas, pessoas, dentre outros, facilitam a aderência de mais pessoas que compactuem com esse ideal de ódio, agravando ainda mais o problema. Além disso, o anonimato mesmo sendo proibido pela CF de 88 é facilitado pelos meios de comunicação virtuais fazendo o crime, muitas vezes, ficar impune. Como exemplo se apresenta o caso da cantora Ludimilla que foi vítima de assédio racista em sua conta do Instagram no ano de 2016,mesmo denunciando o caso, os agressores ainda não foram punidos.
Em segundo lugar, não se pode esquecer que o preconceito tem raízes fundamentadas na história e a remoralização do cidadão mostra-se de suma importância. Assim como Hitller durante o nazismo angariou fiéis à xenofobia e ao racismo com seus discursos de superioridade da raça ariana, hodiernamente, os que comentem estes tipos de crime baseiam-se nos contextos históricos como justificativa. Tal como ocorre com o grupo autointitulado "Neonazistas Brasileiros" que de acordo com a revista Veja estão perseguindo e agredindo os homossexuais no Brasil.
Fica claro, portanto, que o combate ao discurso de ódio é vital,mas sem ferir o direito de liberdade de expressão adquirido e assegurado. Para isso , o Governo deve investir em maior fiscalização e leis que garantam a segurança de cidadãos nos meios virtuais, onde ocorrem o maior número desse crime, e as escolas juntamente com a família e a sociedade combatam através de mobilizações e campanhas contra quaisquer tipos de assédio. Pois como apontava o Ator Paulo Autran:"Todo preconceito é fruto da burrice, da ignorância, e qualquer atividade cultural contra preconceitos é válida".
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!