O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Direitos Humanos

Em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos estabeleceu que todos os seres humanos devem ter acesso à vida, liberdade, saúde, educação, ao meio ambiente sadio, participação política, serviços públicos, igualdade de direitos e oportunidades. Nesse sentido, é dever dos governos assegurarem a democratização dos direitos humanos. Entretanto, é relevante abordar que milhares de cidadãos são afetados por impasses sociais - pobreza, miséria, educação pública deficitária, violência - e, consequentemente, são impedidos de usufruir de melhores condições de vida. Dessa forma, torna-se essencial discutir sobre a importância da universalidade dos direitos humanos para o progresso global.


   É relevante abordar, em primeiro plano, que o período escravocrata (séc. XV até XlX) foi responsável por intensificar o preconceito racial, visto que ampliou as desigualdades existentes entre brancos,negros,índios e outros povos. Nessa perspectiva, é evidente a influência desse processo histórico na comunidade contemporânea, posto que os países africanos - que teve a maioria de sua população comercializada pelo tráfico negreiro -  apresentam os piores Índice de Desenvolvimento Humano (IDH), segundo dados da Organização das Nações Unidas (ONU). Desse modo, é nítido que diversas nações não apresentam qualidade de vida e desenvolvimento socioeconômico e, por isso, os direitos humanos se tornam primordiais para enfatizar a necessidade de medidas cabíveis para uma sociedade mais justa e igualitária, independentemente de raça, sexo, nacionalidade, etnia, idioma e religião. 


   Paralelo a isso, evidencia-se que a dignidade da vida humana é uma das condições inalienáveis da Declaração Universal dos Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas (ONU). Contudo, muitos indivíduos vivem em áreas de guerra, conflitos originados por intolerância religiosa ou disputa por regiões petrolíferas, sendo limitados de liberdade, paz, moradia e saúde. Por conseguinte, milhares de pessoas são obrigadas a migrarem para outros países em busca de melhores condições de vida, porém, tornam-se alvos de menosprezo e xenofobia. Por conta disso, destaca-se a importância do respeito e tolerância coletiva para que todos tenham acesso aos direitos humanos, posto que a construção de uma sociedade próspera depende da união popular para a realização de valores dignos da vida humana.


    Portanto, torna-se fundamental a criação de medidas eficazes para que toda humanidade tenha acesso aos direitos humanos. Dessa forma, a Organização das Nações Unidas (ONU) deve criar uma legislação internacional, por meio de diferentes especialistas socioeconômicos, caracterizada por claúsulas que priorizem a dignidade da vida humana, a fim de promover a punição de governos que ignoram as condições básicas humanas e ressaltar a urgência da criação de acordos políticos em áreas de guerra. Outrossim, a Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO) deve exercer o projeto “Cooperando com a vida”, através de doações internacionais e investimentos governamentais, na qual serão construídas instituições de ensino qualificadas e polos industriais em áreas marginalizadas do planeta, de forma que todos os indivíduos injustiçados recebam oportunidades acadêmicas e profissionais para melhorar de vida. Somente assim, todos os seres humanos terão acesso igualitário aos direitos humanos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!