O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Direitos Humanos

Comemorou -se em 10 de dezembro de 2018 os 70 anos da Declaração Universal de Direitos Humanos. Assinado em 1948 o documento garante, em uma série de artigos, a defesa a uma vida com dignidade. Entre as diversas prerrogativas estão: o direito a vida , a liberdade de expressão e a integridade física , sem qualquer distinção de raça, sexo ou credo. Criada à luz dos horrores da Segunda Guerra Mundial o documento foi assinado por diversos países na ocasião. Hoje , contudo, podemos dizer que nunca antes na história estes estiveram tão ameaçados , dentre outras razões, graças ao recrudescimento de politicas nacionalistas e a utilização de seu conteúdo de forma distorcida visando favorecer grupos políticos.
Primeiramente poderíamos pensar que somente em países subdesenvolvidos, sobretudo nos que vivem em conflitos armados é que os direitos humanos são mais evidentemente violados , já que nesses países , a exemplo da Síria , ataques à sociedade civil são constantes. Contudo a premissa não é valida. Em países de primeiro mundo como Alemanha e EUA a ameaça dessa violação vem do rechaço aos imigrantes, ao ódio racial, a misoginia ,por exemplo. Todos esses fatores são estimulados pelo ressurgimento de sentimentos nacionalistas, inclusive, com a ascensão de partidos políticos, que pregam abertamente contra imigrantes e direitos civis, ao poder.
Além do ressurgimento de sentimentos nacionalistas que favorecem a violação de direitos humanos. Em outros países grupos políticos tentam se apropriar do termo numa tentativa de inversão de seu conteúdo para validar suas ideologias. No Brasil, cada vez mais , tenta-se associar direitos humanos a "direitos dos manos" tentando imputar nas organizações que protegem esses direitos a ideia de que essas, na verdade, protegem os bandidos e delinquentes , já que, dentre outros grupos, os presidiários também estão, obviamente, inclusos na declaração. Assim, a população passa acreditar que não está incluída nesse grupo protegido e volta-se contra essas organizações, dando aval para o Estado agir cada vez mais com violência dentro dos presídios e comunidades pobres, as grandes vitimas de violência no país. É a continua tentativa de se criminalizar a pobreza e de manter privilégios a um determinado grupo.
Portanto, é urgente a adoção de medidas para maior esclarecimento da população sobre o tema. As Organizações não Governamentais ligadas ao direitos humanos, poderiam veicular propagandas na televisão sobre pontos do assunto, além disso poderiam dar palestras em escolas públicas e privadas, mensalmente, e promover eventos gratuitos abertos ao público. Isso tudo com o objetivo de esclarecer as dúvidas sobre o tema numa tentativa de criar uma sociedade mais empática, ativa e consciente de seu papel de cidadão acerca dos direitos humanos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!