O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Direitos Humanos

Ao fazer uma análise da sociedade brasileira, nota-se, com frequência, a clara violação aos Direitos Humanos, especialmente em crimes contra pessoas marginalizadas pela sociedade. Segundo o Artigo II da Declaração Universal dos Direitos Humanos "Todo ser humano tem capacidade de gozar os direitos e as liberdades estabelecidos nesta Declaração, sem distinção de qualquer espécie, seja de raça, cor, sexo, idioma, religião, opinião política ou de outra natureza, origem nacional ou social, riqueza, nascimento, ou qualquer outra condição".
Pode-se mencionar, por exemplo, o fato ocorrido na cidade de São Bernardo do Campo, em que um jovem de dezessete anos teve sua testa tatuada com a frase "eu sou ladrão e vacilão" por um tatuador e um pedreiro, suspeito de ter roubado uma bicicleta. Esse ocorrido expressa, com clareza, a problemática do desrespeito à liberdade do próximo, pois cabe somente à Justiça julgar alguém por um crime, seja ele qual for.
Portanto, medidas são necessárias para resolver o impasse. Para que não aconteçam mais casos de desrespeito como esse em nossa sociedade, propõe-se que as escolas, como órgão de extrema importância para a sociedade, que abram discussões sobre o assunto, seja por meio de palestras, seminários, reuniões ou pelo diálogo informal em sala de aula, de forma a ministrar seus alunos sobre como a violação dos direitos humanos é um crime e como isso afeta a vida de outrem, mostrando de forma clara, que um cidadão não deve desmoralizar o outro, mesmo que seja em nome do bem, pois o ato de julgamento cabe somente à Justiça. Citando Immanuel Kant, "O ser humano é aquilo que a educação faz dele" e é pela educação que se pode buscar a transformação do Brasil em um país onde os Direitos Humanos são respeitados e onde o senso de justiça de uns não tirem a liberdade e o direito de proteção de outrem.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!