O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Direitos Humanos

Da teoria à prática
Conforme dito por Hannah Arendt, a essência dos direitos humanos é o direito de ter direitos. Não obstante mister, é evidente que tal preceito se contradiz na esfera canarinha. Uma vez que a ação patriarcal da sociedade e a violenta desigualdade social justificam o pressuposto.
A princípio, é indubitável que o pensamento segregacionista ainda predomine o vasto território nacional. isso se deve ao patriarcalismo enraizado em um contexto sócio cultural no cenário brasileiro. Antigamente, a mulher era vista como reprodutora e submissa, enquanto o homem, como a autoridade da casa. No entanto, mesmo em tempos modernos, é averiguado a persistência de mentalidades arcaicas dilaceradoras da dignidade humana. Evidência disto, é o elevado índice de preconceito e o violência sofrida por estas até mesmo em suas próprias casas. Contrariando, assim, o artigo cinco da constituição, uma vez que homens e mulheres estariam em paridade em seus direitos e obrigações. Dessa forma, é dever do cidadão a mudança do paradigma vigente.
Sob outra perspectiva, a ineficaz legislação põe a classe marginalizada como a principal comprometida do enredo. Prova disso, são os dados registrados pelo IBGE, nos quais constatam que mais de cinquenta milhões de brasileiros vivem abaixo da linha de pobreza. Logo, é evidente que o princípio de isonomia constituído pela lei não se aplica no quadro atual, assim sendo, cabe a o Governo Federal partir da teoria à prática.
Infere-se, portanto, que os direitos humanos são princípios fundamentais na vida do cidadão brasileiro. Logo, cabe à sociedade a mudança da mentalidade arcaica de caráter desumano predominante no contingente demográfico, de forma que estabeleça o respeito igualitário entre homens e mulheres e haja maiores denúncias de crimes hediondos referentes ao supracitado, afim de evitar vítimas de mazelas inerentes que distorcem a constituição. Paralelamente, cabe ao Governo Federal, através de subsídios estatais, o aprimoramento de projetos sociais, tais como o bolsa família e programas socioeducativos, com o propósito de atender toda a comunidade carente e diminuir o elevado índice de pobreza comumente no país. Assim, alcançaremos o lauto e construiremos um país onde a essência dos direitos será equiparada a todos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!