O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Direitos autorais e plágio na internet

   Através do pensamento de Rousseau, filósofo suíço, o qual acreditava que as interações sociais degenera o homem, pode-se observar isso, na facilidade ao desrespeito a lei dos direitos autorais na internet. Infelizmente nos ambientes acadêmicos há um recorrente abuso a essa legislação. O livre acesso as informações na rede é combustível para esse crime. Nessa perspectiva, um diálogo precisa ser travado em prol do combate ao plágio na internet.


   A princípio, os direitos autorais são o domínio que o criador tem de sua obra intelectual. O plágio, transgressão dessa prerrogativa legal, é passível de três meses a um ano de prisão. Entretanto, em pesquisa realizada pela UNICAMP constatou que apenas 13% dos alunos que ingressam na universidade tinham uma noção exata do que era plágio. Além disso, o censo revelou que 36,7% dos alunos admitem já ter copiado trechos sem fazer a devida citação. Destarte, ações educativas podem prevenir que estudantes cometam plágio.


   Outrossim, existem exceções, previstas na lei de direito autoral, que ocasiona uma zona cinzenta, sujeita a interpretação e bom senso. Isso diverge da orientação do filósofo Sôneca o qual orienta que a legislação deve ser simples e clara para o maior entendimento. Ademais, consoante os dados coletados pela UFRJ, 46% dos casos de retratação nós artigos científicos brasileiros foram acusados por cópias de conteúdo. Desse modo, uma legislação clara e precisa auxiliaria na correta construção de artigos.


   É imprescindível, portanto, que diante da frequente ocorrência de plágio na internet, medidas sejam tomadas, tais como a ação do poder legislativo ao tornar mais precisa a lei dos direitos autorais oferecendo maior segurança ao criador de sua obra intelectual. Além disso, a participação do Ministério Público criando campanhas publicitárias com o intuito de erradicar a cultura do plágio na internet. Dessa forma, o convívio social ficará mais harmonioso e benéfico, superando alguns males visto por Rousseau.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!