O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desinformação na Era da Informação

Notícias falsas, danos reais
De algumas décadas para cá, com a inclusão social, veio também a facilidade de acesso à informações por meios mais rápidos de comunicação, como a internet, por exemplo. Hoje em dia quase todas as pessoas têm computador em casa ou um smartphone o que garante fácil acesso à internet. Essa facilidade, embora democratize e amplie a difusão de noticias e conhecimentos diversos para todos, também permite que qualquer um fale o que quiser, quando quiser e sobre quem quiser.
O maior efeito negativo de toda essa liberdade é a onda de publicação de notícias falsas. Como as redes sociais se tornaram mais populares no últimos anos, muitas pessoas os consideram um meio confiável de notícias, o que ele não é. Isso deturpa ainda mais a ideia de informação. Muitas pessoas hoje se informam basicamente pelo seu feed de noticias e compartilham publicações sem nem checar sua veracidade.
As consequências desses boatos podem ser desde um simples mal entendido, um prejuízo financeiro ou em casos extremos, motivação para homicídios. No Brasil, em 2014, no interior de São Paulo, na cidade do Guarujá, a dona de casa Fabiane Maria de Jesus foi espancada até a morte após boatos espalhados em redes sociais, acusando-a de sequestrar crianças.
Uma solução para isso seria uma penalidade maior para quem cometesse esses crimes, de acordo com a constituição eles podem se encaixa como difamação, injúria e no caso de Fabiane os autores do boatos deveriam ser presos por calúnia já que a acusaram de um crime que ela era inocente.
É necessário que a lei seja melhor cumprida, punindo e inibindo novos casos desse tipo movido por boatos. Além disso, a maior parte das vítimas desses boatos são pessoas de classe baixa, sem muito acesso à informação e acabam sem saber onde ir para procurar ajuda legal. A justiça brasileira precisa dar maiores informações às vítimas sobre como se defenderem desses boatos e precisa punir de maneira mais rigorosa tanto os que divulgam boatos e os que cometem algum crime motivado pelos boatos.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!