O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios para superar a homofobia no Brasil

Colhendo lírios
No limiar do século XXI, a atual conjuntura da humanidade evidencia que a convivência com o outro, respeitando todas as diferenças existentes ainda é um desafio do homem. Partindo desse pressuposto, os episódios a homofobia tornam-se cada vez mais recorrentes, revelando que o diferente e o inesperado ainda assustam a humanidade.
Na Idade Média, com a expansão do cristianismo, o sexo foi restrito apenas a procriação e a prática homoafetiva foi considerada um pecado. Já no século XIX, período que cultuou as teorias da eugenia, os comportamentos divergentes eram considerados sintomas de doenças mentais, caracterizado como Lobotomia. Portanto, nota-se que a intolerância pode ser resultado de resquícios de culturas enraizadas na sociedade.
Deve ressaltar,outrossim, que relatos de violência com tal minoria tem causado um cenário preocupante. Segundo a ONU, o Brasil está em primeiro lugar no ranking mundial de assassinatos da população LGBT. Além disso, os indivíduos que não possui sua identidade de gênero correspondente ao seu sexo biológico, situação dos transexuais, lidam com dificuldades que os impedem até mesmo de escolherem seus nomes sociais. Assim, percebe-se que a realidade do grupo LGBT ainda é negligenciada, o que torna visível a urgência do debate responsável sobre a liberdade sexual.
Para o sociólogo Bauman, enquanto houver quem defenda o ideal de soberania, haverá quem alimente a intolerância. Para reversão de tal condição é necessário que o Legislativo crie normas que criminalizem a homofobia para assim proteger a população LGBT. Posteriormente, é rentável que políticas públicas sejam aplicadas para promover campanhas de conscientização para que a sociedade desenvolva o respeito e a aceitação por cada pessoa independente de suas escolhas. Por fim, a mídia por sua vez, pode utilizar o seu poder persuasivo, de forma positiva, agindo como receptora de denúncias e embaixadora da equidade. Só assim, o Brasil poderá colher o lírio da cidadania que florescerá no saudável jardim da nação.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!