O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios para superar a homofobia no Brasil

É incontrovertível que o Brasil, no século XXI, sofre com a homofobia. Nesse sentido, sabe-se das crescentes taxas referentes à violência contra o público LGBT (lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros) no país0000 sendo um ato de caráter retrógrado, destrutivo e inercial, a ser combatido.
Primordialmente, vê-se que que as agressões racionadas com pessoas LGBT's têm crescido significavelmente nos últimos anos. Nesse contexto, constata-se que a cada 25 horas uma pessoa com essas orientações sexuais é morta e que cerca de 343 assassinatos foram registrados contra lésbicas, gays e travestis só no ano passado, tornando-se necessário a tomada de medidas.
Ademais, vê-se que não só a violência física se encontra presente. Nesse sentido, percebe-se que a maior parte da comunidade gay no Brasil já sofreu ou ainda irá sofrer algum tipo de violência verbal por causa da sua escolha sexual, podendo acarretando às vítimas doenças psicológicas como a depressão, síndrome do pânico e vários traumas no decorrer de suas vidas.
Portanto, segundo ideário newtoniano, um corpo tende a permanecer do jeito que está até que uma força atue sobre ele. Dessa forma, força suficiente contra os processos de agressões ao público LGBT é imprescindível e é um caminho para combatê-lo. Destarte, o Ministério da Justiça deve implantar um site para denúncias anônimas contra as agressões aos gays, transgêneros, lésbicas e bissexuais, fazendo com que a vítima denuncie sem medo e que esteja confortável ao fazê-la. Ademais, o Ministério da Educação deve propor palestras em locais públicos, em redes midiáticas e entregas de panfletos, tendo sob foco a conscientização da população sobre o combate à homofobia na nação. Obtendo-se, portanto, o controle da situação.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!