O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios para a inclusão de refugiados na sociedade brasileira

TITULO: Brasil: Uma constante miscigenação

Os conflitos motivados por questões políticas, econômicas e religiosas estão presentes no cenário mundial desde o inicio do processo civilizatório. Atualmente, como consequência desses impasses inúmeras pessoas refugiadas procuram no Brasil formas de se restabelecerem socialmente, mesmo em meio a falta de infraestrutura que não atende a crescente demanda e da intensificação do nacionalismo que respalda atos xenofóbicos e preconceituosos.
Por ser considerado um lugar de bom acolhimento ao imigrante e ter baixo custo de vida, o país é o principal destino escolhido para recomeçar. Entretanto, segundo a ACNUR BRASIL ( Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados), a petição de moradia no Brasil aumentou 118% de 2016 a 2017. O dado é motivo de alarde,visto que por ter sua infraestrutura insuficiente até para a própria população o Estado não consegue subsidiar moradias, alimentação, emprego etc para todos, propiciando assim a falta de apoio ao imigrante que continua sem satisfazer suas necessidades básicas.
Ademais, a inserção de indivíduos na sociedade brasileira realizando divisão de bens de consumo, emprego e diferenciação de culturas e etnias, desperta e intensifica o sentimento nacionalista xenofóbico que habitualmente é expresso na forma de violência verbal ou física, como exemplificado na noticia divulgada pela Carta Capital, onde revela que brasileiros atacaram com paus e pedras imigrantes venezuelanos na fronteira do estado de Roraima, alegando que voltassem ao seu país. O medo e humilhação motiva que os refugiados retornem desesperançosos e perdidos para seu local de origem.
Portanto, é necessário que medidas sejam tomadas pelo CONARE (Comitê Nacional para os Refugiados), elaborar políticas de distribuição dessas pessoas para estados com baixa densidade demográfica oferecendo formas de empregabilidade no campo e incentivo a agricultura familiar em troca de moradias e salário fixo. Além de promover o incentivo da criação de cotas para imigrantes em empresas de zonas urbanas para especialização técnica do indivíduo e após efetivar contratação, para que ao fim a empresa obtenha redução tributária em seus produtos. Afinal, um país de formação populacional miscigenada deve seguir amplamente adepto a diversos tipos de culturas, etnias, fenótipos e gênero para continuar agregando valor e identidade de seu território.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!