O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios para a inclusão de refugiados na sociedade brasileira

Recentemente refugiados venezuelanos residentes no estado de Roraima se envolveram em um conflito com os brasileiros residentes da cidade de Pacaraima. Nesse conflito os emigrantes tiveram seus bens pessoais depredados e queimados, sofreram agressão física e verbal e foram expulsos da cidade pelos moradores. Esse caso retrata as dificuldades vividas por refugiados no Brasil e como eles estão expostos a diversos tipos de intolerância.
De acordo com o Ministério da Justiça há mais de 10 mil refugiados no Brasil e no ano de 2017 mais de 33 mil pedidos de refúgio foram registrados, dos quais mais da metade foram de venezuelanos. Quando estes refugiados chegam no território brasileiro se deparam com um descaso e sem qualquer tipo de auxílio do Estado e dos brasileiros. Muitos desses chegam a morar na rua, cena comum na região fronteiriça da região norte com a Venezuela. Muitos sofrem dificuldades de arranjar emprego, de conseguirem matricular a si mesmo ou seus filhos em escolas ou universidades. É claro que muitos refugiados não possuem o conhecimento da língua portuguesa, mas esse não é o único impedimento, pois há também dificuldades relacionados a sua legalização no Brasil e obtiverem visto por causa uma grande burocracia.
Há também a discriminação e preconceito dos brasileiros com essas pessoas. Pensam que estão retirando os seus empregos e não reconhecem que os refugiados há muito a oferecer ao país. É importante ser lembrado que o Brasil foi construído por estrangeiros com a chegada dos portugueses no nordeste e que depois houve grandes fluxos imigratórios de europeus, na maioria, mas também de pessoas de vários outros países. E qualquer pessoa que não seja um nativo brasileiro é de certa forma um imigrante.
Portanto, diante dos fatos mencionados, é perceptível a necessidade de mudanças. O Estado do Brasil deveria investir e propor mais políticas públicas para atenderem essas pessoas por meio de seus órgãos como Ministério dos Direitos Humanos e Ministério do Desenvolvimento Social. Ser diminuída a burocracia necessária para se legalizarem e conseguirem um emprego e uma matricula em uma instituição de ensino. Que os refugiados quando chegarem no Brasil encontre um auxílio digno e que o Governo conscientize a população que é um dever moral auxiliar qualquer pessoa, de qualquer lugar que necessite de ajuda
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!