ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios para a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade

Promulgada pela ONU em 1948, a Declaração Universal dos Direitos Humanos garante a todos o direito de exercer cidadania e ao bem-estar social. Entretanto, na contemporaneidade, há desafios para incluir indivíduos com deficiência na sociedade, visto que essa parcela da sociedade encontra dificuldades para viver. Por isso, é relevante uma análise dos aspectos que corroboram essa problemática, os quais destacam-se o preconceito e os ineficientes recursos públicos brasileiros como elementos marcantes.


Primeiramente, é notável analisar que, na Idade Média os portadores de deficiência eram vistos como "demônios" e seres inferiores, por conseguinte, recebiam tratamentos pesados. Acerca disso, somente no século XX houve mudanças significativas no modo de tratá-los, mas, ainda, o preconceito se faz presente. Ademais, vale salientar que, de acordo com o filósofo grego Platão, "O importante não é viver, mas viver bem". Essa lógica é fundamental, pois, ninguém escolhe onde e como nascer, já que a qualidade de vida de tamanha importância de modo que ultrapassa a da própria existência.


Além disso, sabe-se que o Brasil ocupa a nona posição na economia mundial, então seria racional acreditar que ele possui um sistema de recursos como modificações adaptadas com degraus inclinados ou rampas eficientes. Contudo, a realidade é justamente o oposto e o resultado desse contraste é claramente refletido na população deficiente, os quais encontram dificuldades para se locomoverem e, com efeito, podem se isolarem socialmente. Logo, ações interventoras que busquem soluções são necessárias.


Torna-se evidente, portanto, que medidas devem ser tomadas para garantir o direito universal na prática. Nesse caso, cabe ao Governo Federal, que tem como finalidade regrar e organizar a sociedade, por meio da aprovação no Congresso Nacional, desenvolver programas educacionais acerca dos deficientes nas mídias sociais, porque, cada vez mais, as crianças utilizam os meios digitais, com o objetivo de propagar o respeito e mostrar que todos os seres humanos são iguais, independentemente, da estrutura física. Bem como na implantação de recursos específicos imediatos para facilitar a vida dos portadores de necessidades especiais, principalmente, no meio acadêmico, a fim de ajudá-los e garantir uma boa qualidade de vida, assim como afirmou Platão. Dessa forma, ação que, iniciada no presente, é capaz de modificar o futuro de todos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde