ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios para a inclusão das pessoas com deficiência na sociedade
Sob a perspectiva filosófica de São Tomás de Aquino, todos os individuos de uma sociedade democrática possuem a mesma importância, além dos mesmos direitos e deveres. No entanto, percebe-se que, no Brasil, as pessoas portadoras de deficiencias compõem um grupo altamente desfavorecido no tocante ao processo de se viver em igualdade, visto que o país enfrenta uma série de desafios para atender essa demanda. Nesse contexto, os desafios para a inclusão de pessoas na sociedade tem base em fatores politicos e sociais.
Convém ressaltar, a princípio, que um dos fatores que dificulta a sociabilidade das pessoas com deficiência é a discriminação. Isso porque vive-se em uma sociedade que segrega o deficiente por ele ser ''diferente'', sendo este vítima de perseguições, bullying, maus olhares, entre outros. Segundo pesquisas divulgadas em 2016, 4 em cada 10 brasileiros com deficiência já foram descriminados de alguma forma. Tal fato, inclusive não é algo recente na história do Brasl. Já no século XIX , o renomado escritor Machado de Assis, fez uma crítica a essa realidade. Na obra ''Memórias Póstumas de Brás Cubas'', o persongem principal rejeita uma moça de quem gostava apenas porque ela possuía uma deficiência física era ''coxa''.
Ademais, a fluidez dos tempos pós modernos, como caracterizou o sociológo Bauman, contribui para tal problema, o que gera uma questão notoriamente dificil em relação a empatia. Isto é, nessa sociedade em que as pessoas não conseguem desenvolver ferramentas, conexões que possam ajudar uns aos outros, indubitavelmete há uma desunião. Por consequência disso, o corpo social é prejudicado e as minorias são deliberadamente ocultadas, como por exemplo as pessoas que possuem alguma deficiência física.
Torna-se evidente, portanto, que medidas devem ser tomadas para mitigar os fatos suprecitados. Em primeiro plano, cabe ao Ministério da Educação intensificar a promoção de palestras em instituições de ensino, ministradas por psicológos, oferecendo diálagos abertos para todo o público, abordando o direito de igualdade e inclusão de todos os cidadãos, com espaços destinados a dúvidas e opiniões. Outrossim, o governo deve intensificar recursos para maior visibilidade dessa ação por meios midiáticos e cartazes em ambientes públicos. Dessa forma, o Brasil poderá superar os desafios á consolidação dos Direitos Humanos a pessoa com deficiência.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde