O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios na prevenção do câncer de mama no Brasil

             No documentário “Amanhã hoje é ontem” Daniella Zupo, jornalista, retrata a sua própria jornada desde a descoberta do câncer de mama até a fase de tratamento. Coloca em ênfase os impactos emocionais e psicológicos, mostrando as dificuldades da doença. Sendo assim percebe-se que os desafios na prevenção do câncer de mama possui raizes amargas no país, devido não só a insuficiência do sistema de saúde, mas também a falta de conhecimento da população.


       Convém ressaltar, a princípio, a insuficiência do sistema de saúde como um dos complicadores do problema. Nesse sentido, segundo Rosseau, na obra “contrato social”, cabe ao Estado viabilizar ações que garantam o bem-estar coletivo. No entanto, nota-se, no Brasil, que a problemática rompe com as defesas do filósofo iluminista, uma vez que o sistema de saúde não atende a todo público alvo, não tendo profissionais qualificados para realizações de exames e procedimentos preventivos. Dessa forma, é inaceitável que, em pleno terceiro milênio, não tenha um sistema qualificado para melhor atender os pacientes, violando o que é exigido constitucionalmente.


       Outrossim, vale salientar que a situação é corroborada pelo escasso conhecimento da doença. De acordo com o dado obtido em pesquisa do Ibope com a Pfizer, 25% das mulheres não recebe orientação adequada para a prevenção do câncer de mama. O problema é maior nas faixas mais jovens, onde incidem 5% do total de casos. Esse dado sinaliza a desinformação da sociedade, o que é alarmante, pois o quanto antes o diagnóstico for feito, mais fácil será o tratamento. Partindo dessa assertativa, têm-se uma coerente radiografia do óbvio—enquanto houver desinformação, a existência de casos fatais será maior.


        Portanto, algo precisa ser feito com urgência para amenizar a questão. Logo, o Ministério da Saúde em conjunto com as mídias sociais, por meio de verbas governamentais, devem aumentar as campanhas informativas ministradas por profissionais da saúde sobre prevenção e combate ao câncer, não só em comunidades e escolas, mas também em rede nacional de rádio e televisão. Nesse sentido, o fito de tal ação é que mais pessoas tenham conhecimento sobre a doença, podendo assim se previnir. É dever do Governo Federal investir em hospitais já existentes de câncer de mama e elaborar novos, com o intuito de dar o devido atendimento aos pacientes. Somente assim, esse problema será gradativamente erradicado.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!