O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios na Alfabetização Infantil

    De acordo com o ativista e ex-presidente da África do Sul, Nelson Mandela, a educação é arma mais poderosa que você pode usar no mundo. Sob essa perspectiva, na sociedade brasileira, a alfabetização é a principal etapa para o desenvolvimento de um indivíduo. Apesar disso, no Brasil, a alfabetização é um grande desafio enfrentado por muitas pessoas, devido à desigualdade socioeconômica. Dessa forma, urge analisar as causas, as consequências e devolver estratégias concretas para esse quadro.


    A priori, é importante destacar que a desigualdade social tem um grande impacto na alfabetização infantil, se tornando um desafio ainda maior. Desse modo, a série documental “Alfabetismo no Brasil” relata as consequências que a ausência ou a má alfabetização infantil trazem para sociedade. Assim como é retratada no documentário, a alfabetização é uma etapa fundamental na educação, inclui habilidades de letramento e numeramento, sendo importante para a formação de pessoas alfabetas funcionais, resultando não somente na vida pessoal, mas também na sociedade. Dessa maneira, a implicação da desigualdade social e econômica tem uma grande importância no desenvolvimento humano na sociedade.


    Sob essa mesma óptica, vale ressaltar que, conforme com a últimos dados da Avaliação Nacional de Alfabetizados (ANA), em 2016 apenas 80% dos alunos da rede pública chegaram ao quarto ano do ensino fundamental lendo adequadamente, demostrando o impacto da falta de planejamento e desigualdade escolar entre a população. Em vista disso, há um grande obstáculo para ser superado no nosso país, pois a falta da alfabetização tem efeito direto no âmbito profissional de pessoas com má formação escolar, visto que no futuro possuem possuir menos oportunidades de trabalho.


Torna-se evidente, portanto, que o Ministério da Educação deve buscar meios para melhorar a qualidade de ensino, prioritariamente em escolas públicas, por meio da criação de planos de ensino mais efetivo e pela contratação de apoio técnico e pedagógico – os quais deverão traçar projetos com matérias didáticas e educação inclusiva para alunos com necessidades educacionais especiais – e da melhoria da infraestrutura das escolas. Dessarte, as crianças alfabetizadas poderão se tornar pessoas ou profissionais melhores e contribuir para uma sociedade mais justa e igualitária.  

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!