ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios éticos e morais da Inteligência Artificial

           O aclamado filme Extarminador do Futuro retrata um futuro pós apocalíptico onde as máquinas de inteligência artificial dominam o mundo e entram em guerra com os humanos. Atualmente, os desafios éticos e morais da Inteligência Artificial tornaram-se realidade. Dessa forma, será preciso analisar os dados referentes ao desenvolvimento da Inteligência Artificial na história da humanidade, como também destacar a falta de administração e controle. Logo, será preciso criar estratégias para adequar a IA na contemporaneidade. 


           Em primeiro plano, desde a Terceira Revolução Industrial e a chegada da Era Digital no mundo, a Inteligência Artificial vem sendo desenvolvida e aplicada em diversos setores como bancos, corretoras, auxiliares em programações, e diversas outras finalidades. Além disso, o renomado ciêntista britânico e ganhador de prêmios na área de física quântica, Stephen Hawking afirmou que a IA é um perigo para o ser humano caso não seja corretamente aplicada. Certamente, apesar dos avanços que a Inteligência Artificial trouxe para a medicina, engenharia e programação, o fato da ampla ambição humana gera riscos que podem ser fatais para o mundo, como uma Inteligência capaz de revoltar-se contra seus criadores e espalhar vírus que devastarão sistemas de rede.


           De fato, os argumentos apresentados sugerem medidas para erradicar o impasse. Ademais, Peter Drucker, o consagrado administrador e considerado o pai da adminstração moderna, afirmou que as implicações futuras são causadas por decisões do presente. Dessa maneira, devido à falta de mais regulamentações e de administração efetiva, os os desafios éticos e morais da Inteligência Artificial são frequentes, o que causa muitos problemas de logística e planejamento. Desse modo, é inquestionável a tomada de medidas para legislar os avanço da IA e impedir que tragédias futuras ocorram. 


         Portando, em virtude do que foi mencionado e de acordo com o afamado jornalista Irlandês George Shaw, "O progresso é impossível sem a mudança". Desse modo, os Governos de potências mundiais como EUA, Canadá, Alemanha, França, entre outros, devem criar legislações, por meio de investimentos financeiros em fiscalizações e acompanhamentos de especialistas, com o fito de reunir os países e legislar o uso conciente  Inteligência Artificial. Para isso, os países que desenvolverem programas baseados em IA devem seguir parêmetros para evitar riscos de vazamento de dados ou qualquer origem que seja prejudicial para a sociedade. Assim, será possível combater os desafios éticos e morais da IA e evitar que o futuro seja semelhante ao filme Exterminador do Futuro.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde