ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios éticos e morais da Inteligência Artificial

  Desde a Segunda Guerra Mundial e toda a revolução tecnológica vinda dela, as máquinas vem tomando o espaço antes ocupado por trabalhadores, seja pela maior precisão ou rapidez em seu trabalho. Nesse viés, é possível afirmar que atualmente, em diversos setores comerciais brasileiros, a inteligência artificial toma cada vez mais espaços, gerando incerteza sobre quais profissões haverá no futuro e quem terá a chance de obtê-las.


  É perceptível que o mundo contemporâneo passa atualmente por uma nova revolução industrial, em que no lugar antes ocupado por pessoas, já é possível identificar máquinas fazendo o serviço. Prova disso são os bancos digitais, aplicativos de fast food entre outros. Entretanto, ao substituir pessoas reais por robôs, é possível também perceber um aumento no nível de desempregados, uma vez que eles já não são mais, tão necessários.


  Ademais, segundo a Organização para a Cooperaçao e Desenvolvimento Econômico (OCDE), uma em cada duas profissões desaparecerão, então, mesmo com a criação de novas profissões, a substituição da mão de obra torna principalmente a classe mais vulnerável, alvo de desemprego em massa, por ser essa classe em sua maioria, relacionada aos trabalhos manuais fabris, principal meio de mudança atualmente. 


  Portanto, concluo que algo deve ser feito. É dever do Estado, sendo ele Ministério do Trabalho, através de verbas federais, promover palestras e workshops relacionados a "tecnologia e profissões contemporâneas", em que seja feito, por meio deste, a capacitação de pessoas de classes sociais mais baixas. Assim, será possível alertar a todos sobre as inevitáveis mudanças no mercado de trabalho, preparando cada cidadão para agir de maneira correta, democratizando nesse sentido, o conhecimento e acesso as oportunidades de emprego, ato esse, fundamental para inclusão e desenvolvimento do país.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde