ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios do jornalismo contemporâneo

Segundo Jean-Jacques Rousseau, "o homem nasceu livre e por toda a parte vive acorrentado. Na atualidade, as correntes podem ser representadas pela desinformação do jornalismo contemporâneo, advindo principalmente da internet. Nesse aspecto, dois pontos fazem-se relevantes para a persistência da problemática, o maior alcance das notícias falsas através da nova mídia e o compartilhamento das mesmas, muitas vezes, por cidadãos bem intencionados.


Em primeira análise, é notório que a viralização das notícias falsas nas mídias digitais, tem tornado-se um desafio ao jornalismo sério e embasado. De acordo com a MIT (Massachusetts Institute of Technology), publicações com viés falso são 70% mais repassado do que informações Autênticas. Dessa forma, o jornal sério passa a ser obsoleto, e as reportagens genuínas tem um compartilhamento mínimo, fazendo com que mídias comprometidas com a verdade passem a ter menos alcance, e consequentemente dando maior força a desinformação.  


Além disso, é imprescindível destacar que o cidadão comum tem grande reponsabilidade, a partir do momento que compartilha uma informação sem checar a veracidade da mesma. Conforme o site "aosfatos", somente no período da última eleição mais de 3,5 milhões de compartilhamentos de notícias falsas ocorreram. Ainda que, muita dessa distribuição é feita por pessoas desinformadas, que não tem o objetivo explicito de manipular seu ciclo, mesmo sem essa intenção, o compartilhamento por indivíduos comuns tem sido um grande agente na instauração desta adversidade.


Com o objetivo de solucionar essa problemática, o Congresso Nacional tem o dever de formular leis que limitem a criação desenfreada das falsas notícias, por meio de punições aos que criam as desinformações com objetivo político, social ou até de queima da reputação alheia, a fim de acabar aos poucos com essa febre, a lei deve ser clara, e com o objetivo de punir quem conscientemente produz, e não aqueles que compartilham as notícias sem conhecimento prévio. Além disso, as escolas em parceria com as famílias, devem inserir a discussão no cotidiano dos mais novos, com objetivo de formar uma população com maior discernimento, começando pela base, essa discussão pode ser fomentada por palestras com especialistas da aréa jornalistica, que debatam a importância de checar a informação antes de compartilha-lá. Feito isso, as correntes que prendem a liberdade contemporâneas seram quebradas com facilidade.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde