ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios do jornalismo contemporâneo

   1964. Período marcado por retrocessos sociais e democráticos. Durante a Ditadura Militar, houve vários prejuízos para o Brasil, dentre eles, a censura midiática, que coibiu ferozmente a autonomia e imparcialidade jornalística. Sob esse viés, observa-se, no Brasil, novos entraves que atingem a mídia tradicional (TV, jornal e radio). Diante disso, deve-se averiguar, como os novos canais de comunicação e a formação acadêmica deficitária afetam a qualidade do jornalismo contemporâneo.


   Em primeiro plano, o invento da internet pós Guerra Fria, transformou a forma de colher e transmitir informações. Isso porque com a web, houve também a criação das mídias alternativas, como os blogs e paginas no Facabook e Instagram, os quais publicam noticias de forma inapropriada, sem as devidas analises. Por consequência, há publicações equivocadas que causam descrédito a todo setor informacional e aliena a população brasileira.


   Ademais, a baixa qualidade da educação proporciona entraves à mídia. Isso ocorre porque sem uma boa formação, os futuros profissionais saem despreparados para buscar e filtrar informações, a exemplo da eleição presidencial brasileira de 2018, o qual a incapacidade profissional proporcionou a circulação de diversas noticias falsas. Consequentemente a falta de qualificação acadêmica prejudica o jornalismo comprometido com a veracidade e qualidade dos fatos.


Compreende-se, portanto, os obstáculos para o setor informacional atual brasileiro. Deste modo, o Governo Federal em conjunto com o Ministério da Educação, deve criar oficinas em todas as universidades de comunicação do país. Tais oficinas devem contar com profissionais qualificados, que por meio de aulas praticas, palestras e materiais didático específicos, possam melhorar a formação acadêmica. Espera-se, com isso, profissionais preparados, que busquem a veracidade e qualidade dos fatos.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde