ENTRAR NA PLATAFORMA
Desafios da alfabetização tecnológica para os idosos

     A série animada "Rick and Morty" relata as aventuras do cientista Rick,o qual encontra-se na terceira idade e consegue usar,de forma positiva e talentosa, inúmeros aparelhos digitais para explorar situações fantasiosas.Guardada as devidas proporções entre ficção e realidade,é possível notar que a atual conjuntura brasileira se distancia do cenário proposto pela animação norte-americana,visto que os idosos enfrentam diversos obstáculos em busca de inclusão e,por conseguinte, acabam resultando na exclusão desse grupo populacional,já que não conseguem usufruir de todas as novidades e benefícios que o meio digital pode oferecer.Destarte,é fundamental analisar as razões que tornam essa questão uma realidade na sociedade contemporânea brasileira.


     A priori,o individualismo se faz presente como uma das causas dessa problemática.Segundo o teórico Hans Jonas,o homem deve preocupar-se com os efeitos coletivos das suas ações e não apenas em consequências individuais.Nesse viés,boa parte dos cidadãos mais jovens contradizem a ideologia do teórico alemão,visto que em momentos que objetivam os idosos a usar equipamentos modernos,como em situações que exigem explicações lentas e pausadas,muitos familiares e amigos não têm a paciência necessária e acabam por negligenciar o desejo de aprendizagem.Logo, é possível notar que essa postura gera traumas entre a população idosa acerca do ambiente digital e,por consequência,atrapalha a participação dessas pessoas no âmbito social.Desse modo,é prejudicial a persistência desse comportamento com tal frequência.


     Vale também ressaltar os efeitos desse fenômeno.De acordo com um levantamento realizado pelo IBGE,em 2018, apontou que até a metade do século XXI um quarto da população brasileira será composta por idosos.No entanto,apesar desse número expressivo,uma parte do coletivo ainda possui preconceito com os mais velhos em decorrência,principalmente,do capitalismo,atual modelo econômico vigente, que prega uma ideia de produtividade constante e o pensamento de que "o trabalho dignifica o homem".Logo, é notório essa postura quando o indivíduo se aposenta no país, já que para muitos ele se torna economicamente inativo,visto que passa a depender do Estado e,dessa maneira, passa a ser visto como alguém que não tem mais nada a oferecer e,consequentemente,são estigmatizados e excluídos do processo digital.Dessa maneira,entende-se essa questão cuja resolução deve ser imediata.


     Infere-se,portanto, que medidas são necessárias a fim de atenuar as dificuldades que os idosos enfrentam no processo de inclusão digital.Logo,é dever do Estado,por meio do Ministério da Cidadania e suas secretarias,oferecerem cursos de educação digital,em parcerias com Instituições de ensino,visando atrair esse grupo populacional,por meio de preços acessíveis e horários flexíveis,usando materiais bem didáticos, além de profissionais capacitados para ensinar e entender o ritmo dos idosos.Desse modo,a finalidade dessa ação é promover a inclusão da população da terceira idade,para que esse público não se sinta excluído e lesado diante dos mais jovens.Só assim, a realidade,idealizada na animação,será vista com mais frequência no cotidiano brasileiro.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde