O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Desafios da alfabetização tecnológica para os idosos

Desde a Revolução Industrial, entende-se que com o avanço de várias tecnologias, entre elas, os meios de comunicação, o mundo se tornou mais integrado, principal reflexo da evolução gradativa da globalização.Hodiernamente, o desenvolvimento de aparelhos tecnologicos é frequente, e a inserção da terceira idade é essencial para o desenvolvimento de um país.No entanto, o entendimento das letras pequenas e a utilização das funções do dispositivo são dificuldades a serem superadas.Nesse contexto, medidas são necessárias para a educação tecnológica dos idosos no Brasil.


Mormente, a interação das pessoas de idade avançada com dispositivos tecnológicos traz benefícios, trabalhando não só a estimulação motora, mas também o processamento de informações. Segundo o IBGE em 2016, 14,9% da população idosa brasileira utiliza a internet, em 2006 eram apenas 7,3%, o número de idosos dessa faixa etária que utiliza celular também cresceu, passando de 16,5% em 2005 para 55,6% nos dias atuais.Dessa forma, percebe-se o considerável crescimento na inserção da terceira idade no uso destes aparelhos, porém, é notável as complicações para o entendimento das letras pequenas, devido à problemas visuais, tais como miopia e hipermetropia, que por consequência da idade avançada, o estado é mais alarmante.


Outrossim, o menor rendimento da percepção visual, memória, estimulação motora, atenção e processamento de informações são resultados da larga idade, trazendo à tona a dificuldade na utilização das funções dos dispositivos, entretanto, por se tratar de algo novo, o uso contínuo desses aparelhos acarreta no trabalho das atividades naturais do corpo. " A tecnologia move o mundo", com esta frase o empresário Steve Jobs afirma que o uso da tecnologia é de fundamental importância para o desenvolvimento da humaninade, acertiva comprovada anteriormente, logo, é necessário medidas que influenciam na compra e uso destes objetos.


Infere-se, portanto, que ainda há entraves para a solidificação de políticas que visem a construção de um mundo melhor. Desse modo, urge que o Governo Federal crie e implemente debates, palestras e programas por meio das mídias sociais com o propósito de discutir a importância da educação tecnologica dos idosos.Além disso, faz-se mister que os Governos municipais com o apoio das empresas que promovem venda de objetos tecnologicos crie campanhas e promoções com o fito de incentivar a inserção da terceira idade e a compra destes dispositivos, a fim desenvolver não só o uso tecnológico como também o capitalismo do país, por consequência gerando mais oferta e procura. Nesse sentido, tais medidas visam combater o impasse de forma precisa e democrática.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!