O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Crise hídrica no Brasil

A série de filmes de "Mad Max" apresenta um cenário pós-apocalíptco, no qual a água é um recurso de extremo valor, dado a ínfima acessibilidade a ela para os indivíduos. Embora as situações que muitos estados brasileiros apresentem sejam mais brandas, caso comparadas com a vivenciada em tais obras, evidencia-se que muitos locais do território nacional apresentam adversidades quanto ao abastecimento hídrico, o que limita o alcance da população. Nesse contexto, há aspectos que colaboram para tal problemática: a falta de chuvas e o grande consumo de água.


Em primeira análise, cabe salientar que, em certas épocas do ano, os indícies pluviais abaixam significativamente, de modo que afeta os reservatórios hídricos, logo, dificultando a distribuição de água em determinadas localidades. Tendo isso em vista, segundo pesquisas, a diminuição da quantidade de chuvas que muitas regiões brasileiras sofrem está associada ao aumento do desmatamento florestal, que, por conseguinte, reduz consideravelmente a umidade do ar. Desse modo, de maneira análoga à terceira lei de Newton - a qual diz que toda ação gera uma reação-, a atenuação das chuvas está relacionada à ação da humanidade no meio ambiente.


Outrossim, o elevado consumo de água também contribui para o agravamento da crise hídrica do Brasil, dado a demanda desse recurso apresentada pelo setor primário da economia brasileira e a ingenuidade que muitos cidadãos comuns demonstram. Nesse sentido, Immortan Joe, vilão do quarto filme da saga "Mad Max", em uma cena diz: " Não fiquem viciados em água, pois sentirão sua falta". Sob essa óptica, apesar de ter tremenda importância para a vida dos seres vivos, o gasto excessivo dessa matéria torna evidente que a sua utilização não ocorre de maneira responsável. Dessarte, a grande consumação de água auxilia a exerbação dos contratempos ligados a esse tema.


Depreende-se, portanto, que a crise hídrica no Brasil é um assunto relevante e carece de soluções. Para que os desfios interligados a esse problema sejam rompidos é imprescindível que o Ministério do Meio Ambiente, em conjunto do Ministério da Educação, busque informar aos habitantes sobre tal tema, a partir da promoção de palestras - ministrada por especialistas- em centros educacionais, a fim de os conscientizar. Somente assim, a circunstância do Brasil não caminhará para um futuro semelhante ao mostrado em "Mad Max".

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!