O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Crianças em situação de rua no Brasil

Ao analisar o tema sobre crianças moradoras de rua no Brasil, vê-se que o problema aumentou desde o século XX, devido ao êxodo rural. A urbanização desordenada e a miséria foram pontos que ocasionaram fatores como a fragilidade dos vínculos familiares, o uso de drogas e o trabalho infantil. Consequentemente, as crianças que vivem nas ruas tornam-se alvos fáceis da criminalidade.

Com um desamparo de seus direitos, como a alimentação, moradia e educação, previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), os jovens em situação de rua enfrentam a invisibilidade diante à sociedade e ao Estado, pois existe uma falta de políticas públicas que deem suporte a essas crianças. A principal consequência disso é a exploração infantil por meio de trabalhos ilegais e atividades ilícitas, a única opção para os menores sem teto.

Ao visar tal realidade, as crianças são lembradas pela sociedade apenas pelo viés de crimes. Essa realidade é retratada na obra Capitães da Areia, de Jorge Amado, em que menores abandonados moram nas ruas de Salvador e vivem de crimes. O livro traz a reflexão de que a violência policial e a prisão não são a solução para o problema.

Sendo assim, chega-se ao impasse de que é necessário investimento em projetos sociais e educacionais, por parte governamental, onde pessoas capacitadas trabalharão em prol das crianças sem teto, para que possam ser abrigadas e saiam da situação de vulnerabilidade em que foram colocadas. Por outro lado, deve haver projetos escolares, promovidos pelo Ministério da Educação, e assim, as crianças poderão ser inseridas nas escolas, para que seus direitos sejam respeitados.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!