O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Cotas

Parte desfavorecida

De acordo com o sociólogo Émile Durkheim, a sociedade pode ser comparada a um "corpo biológico" por ser, assim como esse, composta por partes que interagem entre si. Desse modo para que esse organismo seja igualitário e coeso, é necessário que todos os direitos dos cidadãos sejam garantidos. Contudo no Brasil, isso não ocorre, pois apesar de negros e pardos constituírem grande parte da população brasileira são minorias em faculdades e no quadro de empregados nas instituições públicas, e isso se deve a vários fatores, desigualdade social, econômica e principalmente ao racismo institucionalizado na sociedade, e isso é um problema que precisa ser resolvido.
Ao longo da formação do território brasileiro, as desigualdades sempre esteve presentes, sendo a econômica uma das responsáveis pela falta de oportunidades para as classes mais pobres, já que desde uma tenra idade essas pessoas não tem acesso a escola com uma boa infraestrutura, saindo do ensino fundamental sem saber o básico e esse quadro se agrava no ensino médio, onde muitas vezes a falta de professores é constante, esses estudantes chegam ao vestibular não sabendo o necessário e não conseguindo ingressar principalmente nas instituições publicas, sendo as cotas extremamente importe para tentar reverter um pouco dessa situação, já que a mesma traz equidade para uma sociedade tão desigual como a brasileira.
Igualmente o racismo é um dos responsáveis pela baixa incidência de negros nesses ambientes. O Brasil foi um dos últimos países a abolir a escravidão, logo os resquícios da sociedade escravagista daquela época permanece no país atual, por conseguinte se têm um número baixo de afrodescendentes ocupando cargos mais altos, e muitos ocupando empregos braçais, já que os mesmos tem o acesso dificultado pela falta de oportunidades. Uma pesquisa realizada pela Associação Nacional dos Dirigentes das Instituições Federais de Ensino Superior (Andifes) mostrou que apesar de o Brasil ser composto por por 52% de pardos e negros, esse número nas universidades brasileiras cai para 40%.
Portanto, torna-se evidente a necessidade da adoção de medidas que faça com que o Brasil seja mais articulado como um "corpo biológico", por isso cabe ao governo continuar com a medida das cotas, e que além disso haja investimento na educação, na infraestrutura de escolas e no aumento e capacitação de professores. O Ministério da Educação (MEC) em parceiras com plataformas de estudo poderia disponibilizar vídeos aulas com os conteúdos que caem no Enem e Vestibulares, tendo a inclusão de deficientes visuais e auditivos. E que o MEC modifique a base nacional comum curricular e invista em aulas de história nas escolas com um aprofundamento maior na história afro-brasileira, mostrando a divida histórica que o Brasil tem com a população afrodescendente.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!