ENTRAR NA PLATAFORMA
Como o Brasil pode acabar com o Aedes Aegypti

Um dos assuntos de maior importância na sociedade contemporânea está relacionado aos mosquitos transmissores de doenças do Aedes Aegypti que estão espalhadas não só no Brasil , mas no mundo todo. Durante o período colonial,quando os escravos chegaram ao Brasil para trabalhar em lavouras e nas minerações em várias regiões, foram trazidos por navios uma série de transmissores de doenças virais . A respeito disso, verifica-se vários conflitos referentes às proliferação desses mosquitos em diversos lugares, decorrentes da forma incorreta e irracional por parte da sociedade, que de certa forma, deixam reservatórios de água parada e não tomam nenhuma providência, quando esses mosquitos são transmitido em algum indivíduo pode trazer sérios riscos. Essa realidade deve ser reconfigurada para maiores benefícios da população.


Em primeira análise, é válido ressaltar que o Aedes Aegypti é um mosquito urbano que se propaga em áreas de maior densidade populacional. Isso porque preferem o sangue humano para realizar a maturação de seus ovos, embora registra muitos casos de proliferação desses mosquitos em água Parada em pneus velhos, depósitos de água suja e garrafas. Evidenciando, portanto, que a população passa a ajudar em colaboração para controlar essas situações.


Em segunda análise, está ligado aos vírus dos mosquitos que podem trazer sequelas à vida da criança no processo da gestação.Segundo o Ministério da Saúde em 80% dos casos que mais estão sendo detectados e trazendo muitas consequências são aos vírus da chikungunya e da zika em grávidas, a transmissão pode ocorrer da mãe para o feto, ocorrendo assim ,complicações bastante graves como a má-formação cerebral da criança e acarretando à Síndrome da microcefalia. Confirmando , então, a importância da criação de vacinas para a prevenção dessas doenças e a não proliferação desses vírus.


Diante do exposto mencionado para que a ocorrência desses vírus dos mosquitos Aedes Aegypti venham a ser amenizados, cabe a cada indivíduo, como um todo, se organizarem e se responsabilizarem a cuidados básicos em relação à recipientes de água parada em sua residência, e aos demais lugares. E assim, por meio de campanhas publicitárias nas mídias alcançando a consciencialização da população em geral para o combate desses mosquitos. e aos poderes públicos de saúde, ter a incumbência de investir mais em vigilâncias sanitárias para a eficácia da sociedade e garantindo a proteção da população.em conjunto, para um amplo alcance de benefícios, o Ministério da Saúde deve o mais rápido possível tomar medidas para a criação de vacinas à aqueles mosquitos virais que até agora não possui um controle, fazendo isso, será garantido um Brasil ao qual todos os cidadãos gozarão de uma vida melhor.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!
Message comes here!
Aguarde