O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Como a 4ª Revolução Industrial deve afetar nossas vidas?

A 4° revolução industrial e o comprometimento das relações de trabalho

Dentre todos os setores da sociedade diretamente relacionados com a 4° revolução industrial, as indústrias figuram como os principais interessados pois a aplicação mais robusta de tecnologia para automatizar um processo de produção, embora seja financeiramente dispendioso à curto devido ao necessário investimento em inovação e desenvolvimento, acaba por ser compensado pela consequente diminuição de custos à longo prazo. Gastos com folhas de pagamentos, processos trabalhistas e aposentadorias e afins serão diminuídos, uma vez que ao automatizar um processo de produção, a presença de um operário torna-se desnecessária para a operação da máquina. Ou seja, analogamente à 1° revolução industrial que abriu caminho para novos mercados, novos clientes bem como possibilidade de produção em massa, sua presença foi mais sentida pelas mudanças nas relações de trabalho como corrobora as ideologias e sua adesão por parte significativa da sociedade, ideologias essas como o Comunismo e Socialismo.
O problema surge quando, com base no princípio de redução de custos tendo a tecnologia como recurso, o setor industrial da sociedade passa a ver nas pessoas apenas consumidores e não como participantes diretos do processo de produção, o que acaba por gerar uma sociedade com altas taxas de desemprego, além de uma sociedade de pessoas ociosas. O exemplo mais recente e diretamente relacionado à automação de processo de produção encontra-se nas indústrias automobilísticas como Volkswagen, Honda e Ford que desde a década de 60 vêm substituindo os recursos humanos no processo de produção de automóveis por máquinas que realizam o mesmo trabalho. Consequência disso é que onde cabiam dez pessoas para montar um automóvel, com a automação do processo de produção cabem três pessoas, uma para escrever os algoritmos de funcionamento da máquina, e diga-se passagem, processo que pode ser feito sem a presença física do operador dada a possibilidade de uso da internet para manipulação da máquina, mais duas outras pessoas para realizar as necessárias manutenções dos aparelhos.
Nesse contexto, O problema do desemprego em massa cada vez mais crescente se torna um processo difícil de ser resolvido pois a sociedade contemporânea como um todo enxerga as novas tecnologias apenas considerando seus benefícios, mas dificilmente dando-se conta dos seus malefícios, o que dá liberdade as indústrias para uso inconsequente da tecnologia. Fato correspondente ao que se afirma está na indústria farmacêutica que evoluiu notavelmente no século 20, encontrando curas e medidas de prevenção para diversas doenças como Sarampo, Gripe, Varíola e Catapora, mas que por outro lado também propiciou uma sociedade com hábitos de auto medicação, dependente de ansiolíticos e anti depressivos à níveis alarmantes como ocorre atualmente nos Estados Unidos da América e demais países desnvolvidos.
Diante da problemática apresentada, no que tange a esfera nacional, cabe ao Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovação e comunicação em colaboração com o Ministério do Trabalho desenvolver políticas de regulação do uso de tecnologia por parte das indústrias para que o desemprego não aumente a percentuais absurdos, bem como ao Ministério da Indústria, Comércio exterior e serviços tratar de que essas políticas de regulação não engessem demais o processo de inovação industrial de forma a inibir o desenvolvimento tecnológico. Se essas medidas forem adotadas em escala global, a civilização humana assistirá o desenvolvimento adequado e seguro da inovação e tecnologia de modo que o máximo de pessoas possíveis sejam beneficiadas e não somente uma parte dela que no caso presente é representado pelas indústrias.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!