O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Como a 4ª Revolução Industrial deve afetar nossas vidas?

Uma das primeiras cenas do filme Elysium, obra cinematográfica de 2013, mostra o momento que policiais ? robôs com inteligência artificial ? questionam o herói da saga. Ocorre que, a insuficiência da resposta desencadeia uma ação violenta por parte dos robôs, que ferem seriamente o protagonista. Em tempos de transformações temos como certo que toda mudança se não for conduzida com pragmatismo, pensamento politico e ideal de isonomia, tende ao descalabro. O paralelo que fazemos entre a película e a indústria 4.0 é que, tal qual na trama essa revolução poderá trazer uma desigualdade muito acentuada.
Elysium faz uma divisão clara entre os que dominam a tecnologia e os demais seres humanos. Esses vivem em uma terra desolada, enquanto aqueles moram em uma estação espacial que orbita a terra em condição ótima. O advento da indústria 4.0 irá desempregar muitos trabalhadores uma vez o conceito marxista de mais valia, não dependerá mais da ação humana. A produção será automatizada, gerida por inteligência artificial (o que na prática, beneficiaria apenas quem possui a tecnologia e quem as desenvolvem).
Ademais, essa inteligência artificial que prescinde da ação humana, será direcionada ao lucro de quem a domina. Logo o sistema econômico como conhecemos tende a mudar drasticamente, o que em tese adiciona uma dose muito grande de incertezas para trabalhadores sem qualificação. Nesse contexto não há como impedir, que a transformação traga infortúnios para essa grande parcela da população. Se não for pensada com critério a mudança pode relegar países inteiros, regiões imensas, ao despropósito produtivo e ao ócio sem a possibilidade de classificação social.
Portanto, para que tenhamos uma transição segura socialmente e vantajosa para a humanidade, é inegociável o fato de que, os lideres dessa revolução tomem decisões politicas, discutidas com a sociedade. Todas as mudanças devem ser referendadas pelos representantes do povo, em uma discussão que se planeje como será a transição e qual o novo papel das de cada um na nova economia. Desenvolver a cultura como atividade do novo ócio, envolver o terceiro setor cada vez maior das atividades econômicas, delegar ao setor secundário o controle da economia (os serviços devem ser priorizados enquanto atividade humana).
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!