O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Combate ao preconceito linguístico no Brasil

O livro Ratos e homens de John Steinbeck conta a história de dois trabalhadores rurais no interior dos Estados Unidos, ao longo da história é notável a linguagem diferente da culta padrão para ressaltar a classe dos trabalhadores. Fora da literatura, ainda há no Brasil uma diversa variedade linguística principalmente em regiões mais pobres onde ocorrem os maiores alvos de preconceito, dito isto há dois fatores que não devem ser negligenciados como a falta de conscientização da sociedade sobre o problema e a falta de discussão pública e exaltação sobre a variedade lingüística do país.
Em primeira análise cabe pontuar que a conscientização da sociedade é de suma importância, pois apenas com a mesma, partes da sociedade deixarão de ser excluídas. Prova-se a necessidade da conscientização em casos públicos como de funkeiros que são alvos de críticas por suas letras com linguajar usado em periferias, nota-se o preconceito quando usa-se muito o argumento de a necessidade dos funkeiros estudarem pois os mesmo não seriam inteligentes por seu palavreado, essa problemática criou proporções tão grandes que foi cogitado haver uma lei com a proibição do funk no território nacional.
Ademais, convém frisar que para que a aceitação da diversidade no território é preciso que fatores sociais e culturais sejam analisados para a compreensão da variedade linguística. Sabendo que o Brasil é de origem indígena porém com a interferência da colonia portuguesa e da escravidão cometida pela mesma sobre o povo africano, é comentado em livros de história sobre como era a comunicação na época da colonização e como as diversas interferências linguísticas fizeram a língua dita hoje.
Portanto medidas são necessárias para atenuar o problema, é importante que para a conscientização da população seja acionado o Ministério da educação para que o mesmo faça com que escolas acolham as divergências e seja ensinado a importância da tolerância sobre qualquer tipo de diferença, pois como afirmou a ativista, Hellen Keller: " o resultado mais sublime da educação é a tolerância." Ademais o governo deve acionar a mídia para que seja ressaltado e ensinado a variedade linguística do país sem que haja um conceito de certo ou errado e sim de como sua região, cultura e classe proporcionaram e seja ressaltado a importância da norma culta mas sem que a mesma cause vergonha da língua materna. Conclui-se que o Brasil possui meios para o extermínio do preconceito linguístico, afinal como afirmou Confúcio: "Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros."
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!