O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Capacitismo no Brasil

Na antiguidade, quando uma criança nascia com deficiência dizia-se que tal fato acontecia por castigo divino. No entanto, atualmente, sabe-se que anomalias dependem de fatores genéticos. Não apenas no passado, mas também nos dias atuais, muitos conceitos passam despercebidos por grande parcela da população brasileira. No Brasil, o capacitismo é um dos problemas enfrentados por portadores de deficiência. Assim, devido à pouca disseminação pela mídia do assunto e opressão de fala por parte dos deficientes, enfrenta-se um problema constante no país.


Nesse viés, é válido ressaltar que a população brasileira não possui informações suficientes para debater sobre o capacitismo. Este termo refere-se ao pensamento de que pessoas portadoras de deficiência são incapazes de desenvolver atividades cotidianas sem ajuda. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), cerca de 24% da população possui alguma deficiência. Mesmo com uma porcentagem elevada de pessoas deficientes, esse assunto é banalizado pela mídia e faz com que o mesmo passe despercebido pela população. Dessa maneira, a deficiência continua sendo vista como falta de habilidade, concentração e conhecimento.


Nesse contexto, é possível identificar um fator importante para o capacitismo continuar sendo esquecido pela população: a opressão de fala. Isso significa que, portadores de deficiência, não falam sobre o assunto devido à romantização de doenças, tornando-os pessoas com superpoderes ao fazerem atividades rotineiras. Dessa forma, no pensamento popular, os mesmos não podem reclamar de suas condições por conseguirem realizar suas funções. No filme "Como eu era antes de você", o personagem principal, portador de deficiência, tem suas ações limitadas, mas ao fazer atividades, como ir ao cinema, é visto como uma motivação. Assim, ao relacionar atividades cotidianas à superação, grande parcela da população deficiente, se cala. Tal atitude dificulta a disseminação do conceito de capacitismo.


Portanto, medidas são necessárias para resolver esse impasse. O ministério da cidadania, em parceria com redes televisivas de comunicação, deve realizar anúncios em horários nobres com a presença exclusiva de portadores de deficiência para que os mesmos possam falar sobre suas experiências com o capacitismo e como esse comportamento os deixa excluídos da sociedade. Tal medida deve ser realizada com o intuito de o capacitismo ser retratado por aqueles que, de fato, sofrem com ele e tornar a sociedade mais igualitária.

Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!