O CUPOM VOUPASSAR35 É VÁLIDO POR: dias horas minutos segundos

Caminhos para combater a transfobia no Brasil

Na sociedade, os transgêneros são vistos com maus olhos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a transsexualidade é considerada um doença mental, o que acarreta ainda mais o preconceito. Pior do que isso, os transgêneros são acreditados a achar que tem algum tipo de transtorno, fazendo com que sofram duplamente: com uma guerra dentro de si e com o preconceito da sociedade.
Os transgêneros sofrem muito preconceito. Devido aos padrões impostos pela sociedade, que determina o uso de roupas masculinas em homens e femininas em mulheres, os transgêneros não podem usar o tipo de vestuário no qual mais se identificam. Isso faz com que eles tenham medo e até mesmo repulsa de ser quem são verdadeiramente, causando grande confusão mental por muitos deles por muitos deles não se aceitarem.
Por causa disso, a depressão é recorrente entre transgêneros devido a falta de aceitação. Muitos se vêem como uma aberração, pois a família, a sociedade e a escola não os aceitam. Nem mesmo os profissionais da saúde, que deveriam ajudar, podem fazer algo, afinal, segundo CID (Classificação Internacional de Doenças), a "bíblia" dos psiquiatras, a transsexualidade é vista como um transtorno mental.
Em suma, os transgêneros não são compreendidos nem peça sociedade, nem pelos profissionais da saúde e nem pelos profissionais da educação. As escolas devem ser devidamente treinadas para passar aos seus alunos que a transsexualidade é normal. É através da educação no colégio, desde criança, que se poderá mudar esse paradigma preconceituoso da sociedade.
Ver todas as redações Corrija suas redações com a nossa plataforma! Clique aqui!